Viúvo de Gilberto Braga entra em disputa judicial com a Globo por transparência em contratos e direitos do autor.


O renomado autor Gilberto Braga, falecido no ano passado, teve seu nome envolvido em uma disputa judicial entre seu viúvo, Edgar Moura Brasil, e a Rede Globo. Edgar, que é responsável pela GT Produções Artísticas Ltda, empresa fundada por Gilberto para firmar contratos com a emissora, está buscando informações sobre pagamentos e direitos do autor em uma ação movida na 34ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.

De acordo com os advogados de Edgar, a transparência é fundamental para preservar os direitos patrimoniais e morais de Gilberto Braga. A GT alega que a emissora não respondeu aos contatos feitos e, portanto, a ação judicial se faz necessária para que a Globo seja obrigada a apresentar os acordos feitos com o autor.

Sem os contratos em mãos, não é possível verificar se há dívidas pendentes da emissora com a GT Produções Artísticas Ltda. Diante disso, Edgar planeja entrar com uma ação de prestação de contas assim que a Globo for judicialmente obrigada a apresentar os contratos. Além disso, ele está buscando o pagamento de uma última parcela do contrato do escritor com a emissora, no valor de aproximadamente R$ 290 mil.

Os advogados de Edgar ressaltam que a falta de transparência da Globo em relação às obras de Gilberto Braga é preocupante e que estão empenhados em garantir que todos os direitos do autor sejam devidamente respeitados. Agora, resta aguardar o desenrolar dos próximos capítulos desta disputa judicial que envolve um dos maiores nomes da teledramaturgia brasileira.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!



Botão Voltar ao topo