TSE alerta para prazo limite de regularização do título de eleitor antes das Eleições 2024, marcadas para outubro.

O prazo final para tirar, transferir ou regularizar o título de eleitor está se aproximando e termina no próximo dia 8. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) alerta os eleitores para não deixarem para resolver essas questões de última hora. As eleições de 2024 estão agendadas para o dia 6 de outubro (primeiro turno) e 27 de outubro (segundo turno), e quem não estiver com a situação eleitoral regularizada não poderá votar para presidente, governador, senador e deputados federal e estadual.

Uma pesquisa realizada pelo Ipec revelou que 42% dos brasileiros acreditam que a atuação do governo nas áreas de segurança e saúde é ruim ou péssima. Além disso, um ato realizado em Copacabana mostrou que a maioria dos seguidores do presidente Bolsonaro deseja Tarcísio como representante em 2026 e Ramagem como candidato à prefeitura do Rio.

Os jovens que completam 16 ou 17 anos até 6 de outubro, bem como aqueles acima de 18 anos que ainda não possuem título eleitoral, devem solicitar a emissão do documento através da plataforma online TítuloNet do TSE. Em 2024, serão escolhidos os prefeitos das capitais e mais de 5.500 cidades do país, junto com os vereadores de cada uma. Apenas municípios com mais de 200 mil eleitores terão segundo turno, se necessário.

Para mudar o domicílio eleitoral, é possível fazer a alteração através do site Título Net, digitalizando um comprovante de residência recente e um documento de identificação oficial com foto. Após seguir as instruções no autoatendimento, o pedido será analisado pela Justiça Eleitoral. A data do primeiro turno das eleições de 2024 será no dia 6 de outubro, e o segundo turno acontecerá em 27 de outubro.

O calendário eleitoral traz diversas datas importantes, como o registro de estatutos e candidaturas, o limite para alistamento eleitoral, o fechamento do cadastro eleitoral, a realização de convenções partidárias, a propaganda eleitoral e o horário gratuito no rádio e na TV, entre outras. A eleição de 2024 promete ser crucial para o cenário político do Brasil, e é fundamental que os eleitores estejam atentos aos prazos e procedimentos exigidos para garantir o exercício do seu direito ao voto.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo