TRAGÉDIA! Um homem de 36 anos morreu nesse domingo (28/4) após cair de uma altura de aproximadamente 30 metros enquanto pilotava um paramotor na região do Residencial Aroeiras II, área rural de São Jo


TRAGÉDIA

Um homem de 36 anos m0rreu nesse domingo (28/4) após cair de uma altura de aproximadamente 30 metros enquanto pilotava um paramotor na região do Residencial Aroeiras II, área rural de São José do Rio Preto, no interior de São Paulo.

Testemunhas que moram na região do acidente afirmaram ao portal UOL que ouviram barulhos “estranhos” durante o voo que antecedeu o acidente. O equipamento utilizado por Guilherme Cestari Ferreira foi encaminhado para perícia.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e prestou os primeiros socorros, porém Guilherme morreu no local por conta de diversas fraturas.

Ainda de acordo com a reportagem, a vítima tinha concluído um curso que o capacitava para realizar voos sozinhos há quase um ano. No acidente fatal, um instrutor também acompanhava a ação, mas não teve ferimentos.

Pelos perfis de redes sociais de Guilherme é possível ver que o homem voava constantemente. No último vídeo publicado por ele, há cinco dias no t1kt0k, a vítima sobrevoava uma área rural em São José do Rio Preto, assim como o local do acidente.

Mulher estava grávida

Guilherme Cestari Ferreira seria pai em breve. A esposa grávida assistia o voo do chão quando acompanhou o acidente. A mulher passou mal e precisou ser socorrida pelo Samu após a queda do voo.

 

Jornal Rede Repórter - Click e confira!



Botão Voltar ao topo