Suspeito de feminicídio é localizado em Formosa (GO) após denúncia anônima, levando à prisão do criminoso fugitivo de Alagoas.

No último mês de fevereiro, a cidade de Inhapi, no estado de Alagoas, foi palco de um crime brutal que chocou a população local. Maria Luciena da Silva foi vítima de feminicídio, sendo morta a tiros pelo próprio companheiro durante uma discussão após uma bebedeira. O suspeito fugiu para Formosa, em Goiás, levando consigo os dois filhos do casal e uma adolescente que afirmava ser maior de idade.

Graças ao trabalho do Disque-Denúncia, as autoridades conseguiram localizar o fugitivo e os menores em Formosa. Os filhos foram encaminhados para a casa de uma tia por parte de pai na região, enquanto a adolescente, que não possuía parentesco com o suspeito nem tinha familiares em Goiás, foi levada a um abrigo sob os cuidados do Conselho Tutelar local.

Após passar por exame de corpo de delito, a adolescente foi acompanhada por conselheiros tutelares de Formosa de volta a Inhapi, onde foi acolhida pelo Conselho Tutelar da cidade. As autoridades locais trabalham para identificar familiares da jovem e esclarecer sua presença na casa do suspeito de feminicídio.

A prisão do criminoso só foi possível graças à colaboração da população, que utiliza o Disque-Denúncia para repassar informações de forma anônima e auxiliar as forças de segurança na resolução de crimes. Eliane Araújo, chefe do Disque-Denúncia, ressaltou a importância do sigilo das denúncias e da parceria com unidades de outros estados para combater a criminalidade de forma eficaz.

As investigações e operações policiais promovidas a partir das denúncias anônimas são fundamentais para garantir a segurança da população e a prisão dos criminosos. O Disque-Denúncia está disponível para receber informações de forma gratuita, tanto por telefone quanto pelo site e aplicativo, mantendo o sigilo dos denunciantes em todos os casos.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo