SENADO FEDERAL – Senadora Leila Barros preside audiência sobre saúde mental de mulheres na segurança pública e impacto do assédio nas taxas de suicídio

A senadora Leila Barros, do PDT do Distrito Federal, assumiu um papel de destaque ao solicitar e presidir a audiência pública realizada pela Comissão de Assuntos Sociais (CAS) nesta quarta-feira (20). O tema abordado foi a saúde mental das mulheres que atuam na área da segurança pública, com foco no impacto do assédio sofrido por elas nos alarmantes índices de suicídio nessas instituições. O debate aconteceu dentro do contexto do II Congresso Internacional de Mulheres Policiais, que aconteceu em Brasília.

Durante a audiência, foram revelados dados alarmantes sobre o elevado número de mortes de mulheres que estão relacionadas a episódios de assédio moral e sexual no ambiente do serviço público. A senadora se mostrou engajada em trazer à tona essa questão delicada, que muitas vezes é negligenciada ou silenciada. A importância de discutir a saúde mental das mulheres profissionais da segurança pública se tornou evidente, considerando os impactos negativos que o assédio pode causar em suas vidas.

O evento contou com a participação de especialistas, representantes de instituições públicas e da sociedade civil, que contribuíram com informações e dados fundamentais para embasar o debate. A senadora Leila Barros, ao presidir a audiência, mostrou seu comprometimento com a causa e sua determinação em buscar soluções para garantir um ambiente de trabalho seguro e saudável para as mulheres que atuam na segurança pública.

A audiência pública foi um importante passo para sensibilizar a opinião pública e as autoridades sobre a urgência de combater o assédio e promover a saúde mental das mulheres profissionais da segurança pública. A atuação da senadora Leila Barros nesse sentido demonstra seu compromisso com a defesa dos direitos e da dignidade das mulheres, especialmente no contexto desafiador em que atuam.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo