SENADO FEDERAL – Senador Sergio Moro destaca importância da independência da magistratura para garantir a liberdade e os direitos do cidadão.


O senador Sergio Moro, do partido União-PR, fez um pronunciamento nesta sexta-feira (14) ressaltando a importância da independência da magistratura para garantir a liberdade e os direitos dos cidadãos. Segundo o senador, é fundamental que os juízes tenham autonomia para tomar suas decisões sem influências externas ou pressões políticas, assegurando um sistema de Justiça imparcial.

Durante seu discurso, Moro abordou casos recentes de juízes que têm enfrentado supostas injustiças por parte do Poder Judiciário. Ele mencionou os desembargadores Carlos Thompson e Luciano Flores de Lima, afastados de suas funções por determinação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) devido a alegadas irregularidades na Operação Lava Jato.

O senador enfatizou a necessidade de uma melhor organização e regulação dos serviços judiciários, reconhecendo a importância do exercício dos poderes disciplinares. No entanto, ele ressaltou que é crucial não ameaçar ou intimidar os juízes que estão cumprindo seu dever corretamente, como no caso dos desembargadores afastados.

Moro expressou sua esperança de que o CNJ reavalie a decisão de afastamento dos juízes em breve, permitindo que eles retornem às suas atividades e tenham sua honra restaurada. Ele também defendeu que os processos administrativos abertos contra esses magistrados e outros envolvidos na Operação Lava Jato sejam conduzidos de forma justa e transparente, sem acusações infundadas.

O senador Sergio Moro concluiu seu discurso enfatizando a importância da independência da magistratura e da proteção dos juízes contra retaliações, a fim de que possam continuar atuando de forma corajosa e imparcial. Ele reiterou a necessidade de o CNJ cumprir seu papel adequadamente, sem cometer erros graves que possam prejudicar o funcionamento da Justiça no país.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!



Botão Voltar ao topo