SENADO FEDERAL – Senado Federal lança programa de coleta seletiva para orientar visitantes sobre descarte adequado de lixo nas dependências da Casa.

Quase 200 mil pessoas visitam anualmente o Senado Federal, seja para participar de reuniões e audiências públicas ou simplesmente a turismo. É fundamental que cada cidadão que circula nas dependências da Casa siga as orientações adequadas para descartar o lixo de forma correta. Nesse sentido, a nova coleta seletiva do Senado foi lançada no fim de 2023 como parte do programa institucional de gerenciamento de resíduos sólidos.

A importância de um sistema eficiente de coleta seletiva não pode ser subestimada, principalmente em um local de grande circulação como o Senado Federal, onde uma quantidade significativa de resíduos é produzida diariamente. Com a implementação desse novo sistema, espera-se que a separação e destinação correta dos resíduos sejam facilitadas, contribuindo assim para a preservação do meio ambiente e a promoção da sustentabilidade.

Ao seguir as orientações para descarte adequado do lixo, os visitantes do Senado Federal estão não apenas cumprindo uma obrigação cidadã, mas também demonstrando responsabilidade ambiental. A separação de resíduos recicláveis e orgânicos, por exemplo, é essencial para garantir que esses materiais sejam corretamente encaminhados para reciclagem ou compostagem, reduzindo assim o impacto ambiental causado pelo descarte inadequado.

Com a implementação da nova coleta seletiva, o Senado Federal reafirma seu compromisso com a sustentabilidade e com a promoção de práticas ambientalmente responsáveis. Cabe a cada visitante contribuir para o sucesso desse programa, seguindo as orientações disponibilizadas nas dependências da Casa e fazendo sua parte na construção de um ambiente mais limpo e saudável para todos. A conscientização e a colaboração de todos são fundamentais para garantir o adequado gerenciamento de resíduos sólidos e a preservação do meio ambiente.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo