SENADO FEDERAL – Sabatinas na CRE: indicação de embaixadores para a Irlanda, Cazaquistão, Quirguistão, Turcomenistão, Noruega e Islândia serão avaliadas pelo Senado.


Na manhã desta quinta-feira (6), a Comissão de Relações Exteriores (CRE) do Senado está programada para realizar uma sabatina com três diplomatas indicados para futuros cargos de embaixadores. Entre os nomes em destaque estão Flávio Helmold Macieira, Marcel Fortuna Biato e Rodrigo de Azeredo Santos, que podem assumir embaixadas na Irlanda, Cazaquistão, Quirguistão, Turcomenistão, Noruega e Islândia.

Flávio Macieira, indicado para a embaixada na Irlanda, possui uma extensa trajetória na carreira diplomática, começando como terceiro-secretário em 1977 e chegando a ministro de primeira classe em 2007. As relações entre Brasil e Irlanda são marcadas por investimentos econômicos significantes, com destaque para exportações de milho, carne e minérios de alumínio.

Marcel Biato, por sua vez, foi indicado para representar o Brasil no Cazaquistão, Quirguistão e Turcomenistão. Com experiência internacional em diversos países, incluindo a Alemanha e a Bolívia, Biato também tem histórico na ONU. As relações comerciais com o Cazaquistão envolvem exportações de máquinas e veículos, enquanto com o Quirguistão e o Turcomenistão são consideradas incipientes.

Já Rodrigo Santos foi selecionado para atuar como embaixador na Noruega e Islândia, países com relevância econômica e ambiental. A Noruega, em especial, tem investimentos expressivos no Brasil, sobretudo na área de petróleo e gás, além de contribuições para o Fundo Amazônia. A relação com a Islândia se concentra no processamento de alumínio, favorecido pelo baixo custo de energia elétrica.

A sabatina desses diplomatas é um passo importante para a futura representação do Brasil no cenário internacional, sendo necessária a aprovação da CRE e posterior confirmação pelo Plenário do Senado. O relator dos processos é o senador Hamilton Mourão, que acompanha de perto as indicações e relata sobre a qualificação e experiência dos candidatos.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!



Botão Voltar ao topo