SENADO FEDERAL – “Presidente Lula exalta redução de emissões na COP 28 e pede mais comprometimento dos países desenvolvidos no combate ao aquecimento global”

Na manhã desta sexta-feira (1º), durante seu pronunciamento na Conferência das Partes (COP 28), o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, destacou o comprometimento do Brasil com a redução das emissões de gases de efeito estufa, que alcançou a marca de 8%. Essa redução é um reflexo dos esforços do país na busca por práticas sustentáveis e na promoção de políticas que visam a preservação do meio ambiente.

Além disso, o presidente Lula da Silva enfatizou a importância de os países mais desenvolvidos elevarem suas metas de descarbonização, com o objetivo de conter o aumento do aquecimento global em 1,5%. Essa postura demonstra a preocupação do mandatário brasileiro com a questão climática e o papel fundamental que as nações mais industrializadas devem desempenhar nesse cenário.

Ao lado do presidente da República na COP 28, esteve presente o presidente do Congresso, senador Rodrigo Pacheco. Em sua fala, Pacheco elogiou a iniciativa de criação do Fundo de Perdas e Danos, que tem como propósito oferecer suporte aos países mais impactados pelas mudanças climáticas. No entanto, o presidente do Congresso ressaltou a necessidade de as nações poluidoras e que já degradaram significativamente seus ecossistemas compensarem aquelas que ainda lutam para preservar seus recursos naturais.

Toda a discussão sobre as questões ambientais e as medidas necessárias para combater as mudanças climáticas é de extrema relevância, especialmente em um momento em que o planeta enfrenta desafios cada vez mais urgentes em relação ao meio ambiente. As falas do presidente Lula da Silva e do senador Rodrigo Pacheco na COP 28 evidenciam a necessidade de cooperação entre as nações e o empenho conjunto na busca por soluções que garantam a preservação do planeta para as futuras gerações.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo