SENADO FEDERAL – Presidente da Autoridade Nacional de Proteção de Dados defende carreira própria para atuação eficiente da autarquia em audiência pública.


O presidente da Autoridade Nacional de Proteção de Dados, Waldemar Gonçalves, participou de uma audiência pública nesta terça-feira (17), promovida pela Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI), para discutir a importância de uma carreira própria na área de proteção de dados. O objetivo desse debate era buscar maneiras de garantir uma atuação mais eficiente da autarquia.

Durante a audiência, Gonçalves destacou as ações realizadas pela ANPD para garantir a segurança das informações mantidas por instituições. Ele ressaltou a importância de uma estrutura de carreira dedicada a esse setor, afirmando que isso permitiria uma atuação mais especializada e efetiva.

A criação de uma carreira própria para profissionais de proteção de dados é uma demanda importante no contexto atual. Com o avanço da tecnologia e o aumento constante da quantidade de informações compartilhadas, é fundamental contar com profissionais qualificados e especializados para lidar com questões relacionadas à proteção de dados.

Durante seu pronunciamento, o presidente da ANPD também ressaltou a relevância da atuação do órgão para garantir a segurança dos dados pessoais dos cidadãos. Ele destacou que a autarquia tem como objetivo principal proteger a privacidade das pessoas e regulamentar o uso de informações pessoais por parte das instituições.

O debate foi proposto pelo senador Confúcio Moura (MDB-RO), presidente da Comissão de Serviços de Infraestrutura. Moura ressaltou a importância de discutir formas de fortalecer a atuação da ANPD e garantir que a autarquia tenha os recursos necessários para cumprir sua missão.

Durante a audiência, representantes de diferentes setores também tiveram a oportunidade de apresentar suas opiniões e contribuir para o debate. Diversas sugestões foram levantadas, visando fortalecer a atuação da ANPD e aprimorar a proteção dos dados pessoais no país.

Ao final do encontro, ficou evidente a importância da criação de uma carreira própria na área de proteção de dados para fortalecer a atuação da ANPD. Essa medida contribuirá para uma atuação mais eficiente e especializada, além de garantir a proteção dos dados pessoais dos cidadãos brasileiros. Agora, cabe aos parlamentares avaliar as sugestões apresentadas e tomar as medidas necessárias para fortalecer essa área tão importante no contexto atual.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!



Botão Voltar ao topo