SENADO FEDERAL – Encontro Literário no Amapá promovido pelo Conselho Editorial do Senado destaca cultura e lançamentos de livros.


O Encontro Literário no Amapá: A Guiana Brasileira, que celebra a literatura e a cultura amapaenses, teve início nesta sexta-feira (21) e se estenderá até domingo (23) na sede da OAB Amapá, em Macapá. Com entrada gratuita, o evento conta com a participação do Conselho Editorial do Senado, presidido pelo senador Randolfe Rodrigues (sem partido-AP), em parceria com a Ordem dos Advogados do Amapá.

Durante os três dias de programação, a Livraria do Senado marcará presença com um estande, oferecendo mais de 150 livros a preços acessíveis, visando democratizar o acesso à leitura e incentivar a cultura local. Entre os lançamentos programados está o livro “Clevelândia: anarquismo, sindicalismo e repressão política no Brasil”, de Alexandre Samis, com prefácio do senador Randolfe, o qual será lançado nesta sexta-feira às 19h, seguido de um debate.

Além disso, serão destaque obras como “Amapá – A Terra Onde o Brasil Começa” (2ª edição), de José Sarney e Pedro Costa; “O Mundo do Trabalho Colonial e a Construção da Fortaleza de São José de Macapá”, de Leonardo Raiol; e “Fronteiras da Escravidão”, de João Carlos Nara Júnior. A Livraria do Senado também disponibilizará diversas obras sobre a história do Amapá, livros legislativos e históricos em seu estande.

O evento não apenas celebra os 70 anos da Academia Amapaense de Letras, com uma sessão solene e doação de livros realizada pelo poeta Marco Lucchesi, mas também terá uma programação diversificada, incluindo palestras, oficinas, apresentações artísticas, debates literários e contação de histórias, com o objetivo de estimular a leitura, cultura e artes na região do Amapá.

O Encontro Literário também servirá como palco para a escolha do representante amapaense no concurso Jovem Senador, uma iniciativa do Senado voltada para estudantes do ensino médio de escolas públicas. O vencedor terá a oportunidade de vivenciar a prática parlamentar em Brasília durante a Semana de Vivência Legislativa. Projetos originados de sugestões legislativas dos jovens senadores já foram aprovados pelo Senado, incluindo uma proposta em análise na Câmara dos Deputados que estabelece diretrizes para a educação básica em tempo integral.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!



Botão Voltar ao topo