SENADO FEDERAL – Comissão de Direitos Humanos debate importância da prevenção e cuidados para pessoas com doença de Alzheimer.

No dia 21 de setembro, foi comemorado o Dia Mundial da Doença de Alzheimer, e, em virtude dessa data, a Comissão de Direitos Humanos (CDH) realizou uma audiência pública nesta segunda-feira (16) para discutir a importância da prevenção, do diagnóstico precoce e do cuidado adequado das pessoas com a doença.

O debate foi solicitado pelo senador Paulo Paim (PT-RS), presidente da comissão e autor do projeto de lei (PL 4.364/20) que trata do cuidado integral das pessoas com Alzheimer. O texto do projeto já foi aprovado pelo Senado e agora está em análise na Câmara dos Deputados.

A doença de Alzheimer é uma patologia neurodegenerativa que afeta a memória, o comportamento e o pensamento das pessoas. De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 50 milhões de pessoas no mundo sofrem com a doença, e estima-se que esse número possa dobrar a cada 20 anos.

Durante a audiência pública, especialistas destacaram a importância da prevenção e do diagnóstico precoce da doença. Segundo eles, medidas simples como uma alimentação saudável, a prática regular de atividades físicas e o estímulo cognitivo podem ajudar a retardar o aparecimento dos sintomas e melhorar a qualidade de vida dos pacientes.

Além disso, os especialistas ressaltaram a necessidade de um cuidado adequado às pessoas com Alzheimer. Isso inclui a oferta de tratamentos multidisciplinares, com profissionais médicos, enfermeiros, psicólogos, fisioterapeutas, entre outros, para garantir um atendimento integral e humanizado.

A audiência pública também foi uma oportunidade para discutir o PL 4.364/20, que busca garantir o acesso ao diagnóstico precoce, tratamento adequado e cuidado integral às pessoas com Alzheimer. O projeto já teve avanços significativos, sendo aprovado pelo Senado, e agora está em análise na Câmara dos Deputados, onde passará por novas discussões e votações.

O senador Paulo Paim ressaltou a importância de se debater a doença de Alzheimer e buscar soluções para melhorar a vida das pessoas que convivem com essa patologia. Segundo ele, é fundamental investir em políticas públicas que promovam a prevenção, o diagnóstico e o tratamento adequado da doença.

Com isso, a audiência pública realizada pela CDH vem consolidar o compromisso do legislativo em promover debates e buscar soluções para a saúde e o bem-estar da população brasileira. Espera-se que o projeto de lei que trata do cuidado integral das pessoas com Alzheimer seja aprovado na Câmara dos Deputados e possa contribuir para melhorar a qualidade de vida dos pacientes e seus familiares.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo