SENADO FEDERAL – CCJ deve votar projeto que legaliza cassinos e bingos após vários adiamentos; relatório favorável do senador Irajá.


Na quarta-feira (19), a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) finalmente deve votar o tão aguardado projeto de legalização de cassinos, bingos, jogo do bicho e corridas de cavalo. Após vários adiamentos, o PL 2.234/2022, que teve origem na Câmara dos Deputados, recebeu um parecer favorável do senador Irajá (PSD-TO), relator da proposta.

Este projeto tem gerado grande expectativa e debate no cenário político brasileiro. A possível legalização dessas modalidades de jogo tem dividido opiniões, com defensores apontando a oportunidade de arrecadação de impostos e geração de empregos, enquanto críticos levantam preocupações sobre o aumento do vício em jogos de azar e possíveis impactos negativos na sociedade.

A decisão da CCJ será crucial para o futuro do projeto, uma vez que a comissão é responsável por avaliar a constitucionalidade das propostas legislativas. O relatório favorável de Irajá traz argumentos que podem influenciar os demais senadores que compõem a comissão, resultando em uma votação que vai além das divergências partidárias e aborda questões fundamentais para o país.

Além disso, a aprovação na CCJ não significa a legalização imediata dessas modalidades de jogo, uma vez que o projeto ainda precisará passar por outras etapas no Senado e na Câmara dos Deputados. A discussão em torno do tema promete se estender e ganhar maior destaque na agenda política nos próximos meses.

Diante desse cenário, a votação na CCJ nesta quarta-feira é aguardada com grande expectativa por diversos setores da sociedade, que acompanham atentamente os desdobramentos desse projeto que pode impactar significativamente o panorama dos jogos de azar no Brasil. O resultado da votação será um indicativo importante do posicionamento dos parlamentares em relação a essa questão polêmica.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!



Botão Voltar ao topo