SENADO FEDERAL – Brasil busca se tornar potência global em economia verde e transição energética na COP 28 em Dubai, afirma presidente do Senado.

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, demonstrou otimismo em relação ao futuro do Brasil no cenário internacional durante a participação do país na COP 28, conferência sobre mudanças climáticas promovida pela ONU e sediada em Dubai, nos Emirados Árabes. Segundo o senador, o Brasil tem o potencial para se tornar uma potência global em economia verde e transição energética.

Pacheco enfatizou a importância da presença do Brasil na conferência, destacando a união dos diferentes setores do país em prol da preservação ambiental e do crescimento econômico sustentável. Além disso, ressaltou a presença da comitiva brasileira, liderada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, como um sinal de comprometimento do governo e do Legislativo com a questão ambiental.

O senador Randolfe Rodrigues, líder do governo no Congresso, também participou do evento e apontou a oportunidade de o Brasil se consolidar como potência global devido à sua matriz energética predominantemente limpa. Rodrigues fez menção ao fato de que, daqui a dois anos, o país sediará a COP 30 na cidade de Belém (PA), o que reforça a importância do engajamento brasileiro nas discussões sobre mudanças climáticas.

Durante a conferência, o senador Jaques Wagner, também integrante da comitiva brasileira, destacou a importância da destinação de recursos financeiros para países afetados pelo aquecimento global, mas ressaltou que o valor disponibilizado é limitado, sendo necessário um reconhecimento maior da comunidade internacional em relação aos esforços de preservação ambiental feitos por países mais pobres.

A ministra do Meio Ambiente e da Mudança do Clima, Marina Silva, e o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, apresentaram propostas relacionadas à descarbonização da economia brasileira, enfatizando a importância do uso de energias limpas e a busca por alternativas aos combustíveis fósseis.

Diante desse cenário, a participação do Brasil na COP 28 representa uma oportunidade para o país reafirmar seu compromisso com a preservação do meio ambiente e o desenvolvimento sustentável, além de contribuir para o debate global sobre as mudanças climáticas e a transição energética. A presença e as declarações dos representantes brasileiros demonstram a disposição do país em buscar soluções para os desafios ambientais e econômicos que se apresentam no cenário internacional.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo