SAÚDE – Alta de internações por SRAG causadas por VSR e gripe preocupa no Brasil, aponta Boletim InfoGripe da Fiocruz

O último Boletim InfoGripe divulgado pela renomada Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) trouxe à tona a preocupante alta das internações por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) no país. De acordo com os dados apresentados, os principais responsáveis por tal crescimento são o vírus sincicial respiratório (VSR) e a influenza A, conhecida como o vírus da gripe.

Nos últimos 30 dias, mais da metade dos casos de síndromes respiratórias foram causados pelo VSR, enquanto 20,8% foram relacionados à influenza A. Além disso, os óbitos provocados por esses dois vírus também têm sido os mais recorrentes. A Fiocruz alerta que as mortes associadas ao vírus da gripe estão se aproximando das provocadas pela Covid-19, devido à redução dos casos da última e ao aumento dos casos de gripe.

Desde o início deste ano, o Brasil já registrou 2.322 mortes por síndrome respiratória grave, o que reforça a gravidade da situação. O coordenador do InfoGripe, Marcelo Gomes, ressaltou a importância da vacinação contra a gripe como uma forma eficaz de prevenir casos graves da doença. Ele ressaltou que tanto a vacina da gripe quanto a da Covid-19 têm como objetivo reduzir o risco de complicações que podem levar à internação e até mesmo à morte.

O levantamento também apontou que 20 estados brasileiros e o Distrito Federal estão registrando um aumento na tendência de casos de SRAG a longo prazo. Dentre esses estados estão Alagoas, Ceará, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e outros. Portanto, a população deve ficar atenta às medidas de prevenção e buscar a imunização contra a gripe como forma de proteção contra as complicações respiratórias.

A saúde pública continua sendo um desafio no Brasil, e é imprescindível que a população siga as orientações das autoridades sanitárias e se proteja contra as doenças respiratórias que estão em evidência.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo