Sample de funk brasileiro é utilizado no novo álbum de Beyoncé, Cowboy Carter, que será lançado no Brasil na próxima sexta-feira.

O aguardado álbum da cantora Beyoncé, intitulado Cowboy Carter, chegará oficialmente ao Brasil nesta sexta-feira, 29. Porém, antes mesmo do lançamento no país, fãs ao redor do mundo já estão agitados com a descoberta de um sample de funk brasileiro na faixa SPAGHETTII, presente no novo trabalho da artista.

O trecho em questão foi extraído da música “Aquecimento das Danadas”, produzida pelo renomado DJ O Mandrake em parceria com DJ Xaropinho. A novidade foi confirmada pelo próprio Mandrake em uma postagem nas redes sociais, onde expressou sua satisfação e surpresa com a inclusão de sua obra no projeto de Beyoncé. Para o DJ, ter sua música presente no disco da americana representa uma grande honra e reconhecimento de sua arte.

A faixa original que serviu de inspiração para o sample pode ser conferida através do link aqui, possibilitando aos fãs de música brasileira e admiradores de Beyoncé apreciarem a conexão entre os dois universos sonoros.

Com isso, a expectativa para o lançamento de Cowboy Carter no Brasil cresce ainda mais, uma vez que a presença de elementos da cultura musical brasileira na obra da artista internacional promete conectar ainda mais os fãs dos dois países. A influência e a troca cultural presentes na música refletem a importância da diversidade e da globalização no cenário musical atual, demonstrando a capacidade de artistas como Beyoncé em dialogar e se inspirar em diferentes culturas ao redor do mundo.

Portanto, a descoberta do sample de funk brasileiro na música de Beyoncé abre espaço para reflexões sobre a riqueza da música nacional e sua projeção para além das fronteiras, evidenciando a relevância e a influência do Brasil no cenário musical internacional. O lançamento de Cowboy Carter promete marcar mais um passo na carreira da cantora, reafirmando seu papel como uma das maiores artistas da atualidade.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo