PT busca alianças com siglas do Centrão para conter crescimento do bolsonarismo no Rio nas eleições municipais de 2024


O PT no estado do Rio de Janeiro está se movimentando para tentar frear o crescimento do bolsonarismo nas eleições municipais do próximo ano. A estratégia do partido é recorrer a nomes filiados não apenas ao PT e a legendas de esquerda, mas também a siglas do Centrão, como o Republicanos e o PP, para compor as chapas na disputa pelas prefeituras fluminenses. Essa tática atende a uma determinação nacional do partido, que vê na conquista de prefeituras e no aumento da bancada de vereadores uma maneira de pavimentar o fortalecimento do PT para 2026, em um cenário de forte polarização.

Durante a Conferência Eleitoral PT 2024, realizada em Brasília no último fim de semana, 5,3 mil inscritos discutiram a estratégia petista para as eleições municipais do próximo ano. A proposta é que os diretórios municipais e estaduais defendam o governo federal, mostrando o que está sendo feito em cada cidade como parte da campanha eleitoral. Apesar de priorizar os candidatos do próprio partido, o PT está disposto a buscar alianças com outras siglas, incluindo o Centrão, desde que estejam alinhadas com seus programas de governo e se oponham ao bolsonarismo.

No estado do Rio, a estratégia do PT envolve a busca de alianças com partidos como o Republicanos, o PP e o PSD, abrangendo a capital e cinco municípios da Baixada Fluminense. De acordo com o presidente estadual do PT, João Maurício do Freitas, a legenda já definiu candidatos petistas em algumas cidades da Região Metropolitana e do Norte do Estado, como São Gonçalo, Maricá, Itaboraí, Paracambi e Japeri. Aliados de partidos de esquerda devem encabeçar as chapas em Niterói e Petrópolis.

No entanto, o PT também está disposto a buscar alianças com o Republicanos em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, onde o prefeito Wagner Carneiro lançará seu sobrinho, Matheus, à sua sucessão com o apoio do PT. A sigla também tenta atrair para o Republicanos o deputado federal Juninho do Pneu, cotado para disputar a prefeitura de Nova Iguaçu.

Outros municípios fluminenses, como Nilópolis, Duque de Caxias, São João de Meriti, e a própria cidade do Rio de Janeiro, estão no foco das estratégias do PT, que pretende buscar alianças com partidos de direita e de esquerda para as eleições de 2024. A intenção é evitar a reeleição de candidatos alinhados ao bolsonarismo, fortalecendo o campo da esquerda e do Centrão.

Em resumo, o PT está traçando estratégias para minar o crescimento do bolsonarismo nas eleições municipais de 2024 no estado do Rio de Janeiro. A legenda pretende fazer alianças com partidos do Centrão, além de priorizar seus próprios candidatos em algumas cidades fluminenses. A estratégia busca pavimentar um caminho para o fortalecimento do partido para as eleições de 2026, em um cenário de forte polarização política.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!



Botão Voltar ao topo