Projeções na fachada do Congresso Nacional destacam importância da Extensão Rural Pública e Governamental no Brasil

Na noite desta terça-feira (16), o Congresso Nacional se tornou palco de uma importante manifestação em defesa da extensão rural pública e governamental. Das 19 às 21 horas, frases de impacto foram projetadas na fachada do prédio como parte da Campanha Nacional pela Valorização da Extensão Rural. O objetivo da ação era conscientizar a sociedade sobre a relevância desse serviço e alertar para o crescente desmantelamento que vem ocorrendo no país.

A iniciativa partiu do deputado Joseildo Ramos (PT-BA), que solicitou as projeções como forma de dar visibilidade às demandas dos profissionais que atuam na área. Entre as principais reivindicações destacam-se a necessidade de ampliação dos investimentos, a valorização salarial dos profissionais, a criação de um sistema nacional e um fundo específico de financiamento, a priorização de práticas sustentáveis como agroecologia e produção orgânica, além da realização de concursos públicos para a renovação e recomposição do quadro de pessoal.

A extensão rural no Brasil teve início em 1948, com o objetivo de estabelecer uma ponte entre os conhecimentos acadêmicos e as necessidades dos produtores rurais, em especial da agricultura familiar. Os extensionistas desempenham um papel fundamental na disseminação de tecnologias e práticas sustentáveis, contribuindo para o desenvolvimento e a melhoria da qualidade de vida no campo.

Diante do contexto atual, a mobilização em defesa da extensão rural se mostra cada vez mais necessária, buscando assegurar a continuidade e a valorização desse serviço essencial para o desenvolvimento sustentável do país. A projeção de frases na fachada do Congresso Nacional foi um chamado à ação e um alerta para a importância de se preservar e fortalecer a extensão rural no Brasil.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo