Programa “Leite do Coração” fortalece segurança alimentar de estudantes da rede estadual de Alagoas e alcança mais de 80 mil pessoas.

O programa “Leite do Coração”, lançado em setembro de 2023, tem sido um importante aliado no combate à insegurança alimentar e nutricional em Alagoas. Com o objetivo de beneficiar cerca de 160 mil estudantes da rede estadual de ensino, a iniciativa visa distribuir semanalmente dois litros de leite para cada aluno matriculado. Essa ação, que faz parte do programa Alagoas sem Fome e é fruto de uma parceria entre as secretarias de Estado da Educação (Seduc) e da Agricultura (Seagri), já está em sua segunda fase, beneficiando mais de 80 mil pessoas em todo o estado.

A superintendente de alimentação escolar da Seduc, Raquel Vasconcelos, ressalta a importância do programa não apenas para os estudantes, mas também para os pequenos produtores locais. O “Leite do Coração” tem contribuído significativamente para o combate à evasão escolar e já alcançou 32 municípios e 190 escolas estaduais. Além disso, as famílias dos estudantes também são beneficiadas indiretamente ao receberem o leite em casa.

Outra ação relevante no combate à insegurança alimentar na educação estadual são as chamadas públicas do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). Esses editais, que fazem parte da iniciativa “Do Campo para a Sala de Aula”, têm proporcionado investimentos significativos na agricultura familiar de Alagoas. Em 2023, foram firmados contratos no valor total de R$ 5,5 milhões, estimulando a produção local e fortalecendo os agricultores e mulheres do campo.

A Seduc continua seu compromisso com a segurança alimentar dos alunos, e neste ano lançará um novo edital no valor de R$ 7,5 milhões, contemplando 20 itens do cardápio da merenda escolar. Essa ação visa incentivar a agricultura familiar no estado e empoderar os produtores locais. Aliado a isso, foi criado o programa Guardião do Leite, que mobiliza os gremistas das escolas estaduais para conscientizar os colegas sobre a importância do alimento distribuído nas unidades de ensino.

Para os estudantes envolvidos, como Caio Theófilo da Escola Estadual Afrânio Lages, contribuir para a disseminação do programa é gratificante e reforça o papel social do grêmio em ajudar aqueles que mais necessitam. O engajamento dos estudantes tem sido fundamental para ampliar os benefícios do “Leite do Coração” e garantir uma alimentação adequada para toda a comunidade escolar.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo