Presidente da Argentina, Javier Milei, oficializa nomes de ministros em cerimônia fechada na Casa Rosada, cumprindo promessa de reduzir o número de cargos.


O presidente recém-empossado da Argentina, Javier Milei, oficializou na tarde deste domingo, 10, os nomes para compor seu gabinete, cumprindo uma promessa de campanha de reduzir o número de cargos e ministérios. Em uma cerimônia fechada na Casa Rosada, ele nomeou seus nove ministros, uma redução significativa em comparação aos 18 ministérios do governo anterior.

Durante a campanha, Milei prometeu ter apenas oito pastas em seu governo, mas acabou recuando e nomeando nove ministros. No entanto, Ministérios como o da Educação, Proteção Social e Direitos Humanos, entre outros, ficaram de fora, cumprindo parcialmente a promessa inicial. O Ministério da Saúde, que inicialmente seria reduzido a uma secretaria, acabou sendo mantido como ministério, uma decisão anunciada no sábado, 9.

A redução de cargos foi realizada por meio de um Decreto de Necessidade e Urgência (DNU), que funciona como um decreto presidencial. Segundo informações do jornal Clarín, os ministros foram empossados na seguinte ordem: Guillermo Francos no Interior, Diana Mondino nas Relações Exteriores, Luis Petri na Defesa, Luis “Toto” Caputo na Economia, Guillermo Ferraro na Infraestrutura, Mariano Cúneo Liberona na Justiça, Patricia Bullrich na Segurança, Mario Russo na Saúde e Sandra Pettovello no Capital Humano.

Além da nomeação dos ministros, a irmã do presidente, Karina Milei, tomou posse como Secretária-Geral da Presidência. Essa decisão só foi possível após a anulação de um decreto firmado por Mauricio Macri em 2018 que proibia nomeações de pessoas com qualquer tipo de relacionamento com funcionários do governo com categoria de ministros.

A decisão de conduzir o juramento dos ministros em particular foi tomada pelo próprio Javier Milei. As definições ocorreram na Casa Rosada, depois que Milei recebeu os cumprimentos de líderes internacionais e delegações estrangeiras, seguindo a posse oficial no Congresso Nacional, onde Milei recebeu o bastão e a faixa presidencial de Alberto Fernández.

Após a cerimônia, Milei fez uma caminhada saindo da Casa Rosada em direção à Catedral Metropolitana, onde acompanhou celebrações religiosas. Ainda está previsto um evento de gala no teatro Colón ainda neste domingo à noite para celebrar a posse do novo presidente da Argentina.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!



Botão Voltar ao topo