Prefeito JHC marca presença no Quinta no Pontal e anuncia ações para atrair mais visitantes ao bairro

O prefeito de Maceió, JHC, prestigiou na noite desta quinta-feira (5) mais uma edição do Quinta no Pontal, projeto de incentivo à valorização cultural e econômica do famoso bairro das rendeiras. A ação, realizada  pela Associação das Artesãs e a Associação dos Moradores do Pontal da Barra, conta com o apoio da Secretaria Municipal de Turismo, Esporte e Lazer (Semtel) e tem como proposta  movimentar o comércio local no período noturno.

Recepcionado com apresentação cultural da banda de pífano Fulô da Chica Boa e do Fandango, um dos principais folguedos maceioenses, na Praça São Sebastião, o gestor da capital, que veio acompanhado da primeira-dama, Marina Candia, reforçou a importância histórica cultural do bairro e anunciou algumas medidas que para atrair mais visitantes para a região.

“O primeiro ano foi muito difícil para todos nós, para a nossa gestão, um ano que a gente teve que correr atrás para vacinar e cuidar das pessoas. Tivemos uma campanha de vacinação e cobertura vacinal que foi referência no país. Segundo ano, começamos a sonhar, planejar e coordenar esse ano de 2023 de uma maneira diferente. Já realizamos algumas ações de forma emergencial aqui no bairro, como a pavimentação, iluminação, e todas as outras melhorias que poderíamos a curto prazo. O nosso próximo passo é, em caráter permanente, trazer mais visitantes para o Pontal, através do nosso Freetour ou vans, de forma gratuita”, disse o prefeito.

JHC também destacou o protagonismo da capital no cenário do turismo brasileiro e reforçou o potencial turístico do bairro das rendeiras.

“Maceió já é o destino mais procurado do país para 2023 em todos os feriados, então nós temos um ano que se inicia agora que dá para a gente criar uma jornada vitoriosa completamente diferente para o Pontal, promovendo a região. Vamos fazer também a obra de contenção na orla marítima, onde proporcionará trazer mais visitantes e será um incremento para a nossa receita, para a nossa cidade e, sobretudo, para o Pontal”, disse JHC.

Para Carmem Valéria, presidente da Associação das Artesãs do Pontal, o apoio da Prefeitura alavanca ainda mais as potencialidades do bairro.

 “Queremos que o Brasil inteiro conheça a nossa arte e a nossa rica gastronomia. Ficamos muito felizes com a vinda do prefeito, que sempre se mostrou atento às questões da economia criativa e do potencial do nosso bairro. Agora, o Pontal vai “bombar” e queremos que os maceioenses também divulguem essa iniciativa”, comemorou.

O casal goiano Cássia Camargo e Aparício César, que vieram à capital alagoana com grande expectativa de usufruir dos atrativos da cidade, como a orla marítima mais bonita do Brasil, rica gastronomia e cultura, ficaram encantados com o clima tipicamente nordestino do Pontal.

“Estamos maravilhados com Maceió, adorando a cidade, que é muito organizada e linda. Passamos pelo bairro do Pontal e achamos muito interessante a cultura nordestina, a arte, a música e a receptividade dos moradores. Inclusive, vou levar algumas rendas de filé, uma arte diferenciada e muita bonita”, disse Cássia.

Quem ficou também animado com o fluxo de visitantes no bairro à noite foi o artesão Guilherme Santos. Aos 40 anos de idade, ele é artesão e possui uma loja de artesanato, de onde tira o seu sustento.

“Durante à noite o bairro estava parado, sem vida. Agora, com o Quinta no Pontal, divulgamos ainda mais nosso trabalho, não só pelo dia. Os turistas vêm para cá e isso nos dá muita esperança. Essa ação da Prefeitura é muito importante para nossa economia”, agradeceu.

Já para dona Lourdes, de 77 anos, o Quinta no Pontal poderia acontecer todos os dias. Ela é rendeira e trabalha no ofício desde os sete anos, quando começou a aprender com a mãe. “Meu desejo é que o projeto vingue, para que mais pessoas e turistas venham prestigiar nossa cultura, porque todos seremos beneficiados. Ver nosso bairro assim, alegre, é muito bonito”, disse.

Quinta no Pontal – A iniciativa foi  pensada para dar vida ao rico setor cultural do bairro das rendeiras  e movimentar o comércio. Todas as quintas, até o dia 28 de fevereiro, maceioenses e turistas podem vivenciar a cultura e gastronomia local também durante à noite.

A programação conta com apresentações de violino ou sax durante o pôr do sol – considerado o mais bonito de Maceió- , e apresentações culturais de folguedos alagoanos. Durante a ação, todas as lojas e restaurantes ficam abertas para os visitantes, onde é possível conhecer a renda filé e a rica gastronomia do bairro, que conta com sabores do mar e da lagoa.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo