POLÍTICA – Secretário de Estado dos EUA alerta que sem solução de conflitos mundiais, avanços em mudanças climáticas e desenvolvimento social serão impossíveis.

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Anthony J. Blinken, concedeu uma coletiva de imprensa no Rio de Janeiro nesta quinta-feira (22) e abordou diversos temas de interesse global. Durante a entrevista, Blinken destacou a importância dos organismos multilaterais na resolução de conflitos ao redor do mundo, enfatizando que questões como mudanças climáticas e desenvolvimento social não podem avançar sem a resolução destes conflitos.

Uma das questões mais urgentes discutidas por Blinken foi a situação da guerra na Faixa de Gaza. Os EUA rejeitaram pela terceira vez uma proposta de cessar-fogo no Conselho de Segurança das Nações Unidas e estão concentrando esforços na libertação dos reféns feitos pelo Hamas. Blinken ressaltou que a prioridade no momento é trabalhar em relação aos reféns, com o objetivo de encerrar o conflito o mais rápido possível e aliviar o sofrimento dos inocentes afetados.

Durante sua passagem pelo Brasil, Blinken se reuniu com o presidente Lula, e abordou a declaração do presidente que comparou as ações de Israel em Gaza com o Holocausto. O secretário expressou discordância profunda em relação a essa comparação, mas ressaltou a importância de poder discordar e trabalhar em conjunto para resolver questões internacionais.

Além disso, Blinken destacou pontos importantes que foram discutidos em sua reunião com o presidente Lula, incluindo a necessidade de investimentos para preservar a floresta Amazônica, combater a fome e promover formas de melhoria da produtividade dos solos, proteção dos direitos dos trabalhadores e ações para diminuir desigualdades raciais. Ele assegurou o apoio dos EUA ao Brasil e manifestou o desejo de que a presidência do Brasil no G20 seja um sucesso.

Quanto à guerra entre Rússia e Ucrânia, Blinken reiterou que as ações russas são consideradas agressões, e que o encontro de chanceleres no G20 foi mais uma oportunidade para mostrar que o mundo está se voltando contra o país. Ele ressaltou que as agressões russas têm gerado consequências não apenas para outros países, mas também para povos e que novas sanções serão aplicadas.

Em resumo, a visita de Anthony J. Blinken ao Brasil e as declarações feitas por ele refletem a importância do papel dos EUA e de outros países na busca por soluções para crises globais, como a guerra na Faixa de Gaza e o conflito entre Rússia e Ucrânia, além do interesse em promover parcerias para questões ambientais e sociais.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo