POLÍTICA – Encontro entre Carlos Slim e Lula no Palácio do Planalto discute investimentos e panorama da economia brasileira.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu nesta sexta-feira (19) o empresário mexicano Carlos Slim, fundador da América Móvil, maior conglomerado de telecomunicações da América Latina. A reunião, que ocorreu no Palácio do Planalto, teve como foco principal discutir o panorama da economia e os investimentos planejados para os próximos anos.

Carlos Slim, um dos homens mais ricos do mundo, com uma fortuna estimada em quase US$ 100 bilhões, elogiou os rumos da economia brasileira durante o encontro com Lula. O empresário destacou a redução da inflação, os planos de investimento em telecomunicações e o interesse em continuar investindo no país.

O mexicano anunciou que a Claro, empresa controlada por sua empresa América Móvil, planeja investir R$ 40 bilhões nos próximos anos no Brasil, especialmente em fibra ótica, internet de alta velocidade e serviços ligados à tecnologia 5G. Slim destacou a importância desses investimentos para expandir a rede de telecomunicações no país e atender a demanda de cidadãos e empresas.

Além disso, Slim falou sobre a concorrência no mercado brasileiro de telecomunicações e defendeu uma revisão na neutralidade de rede, argumentando que as grandes empresas de tecnologia devem pagar pelo uso intensivo de dados. Segundo o empresário, as chamadas big techs usam cerca de 70% da rede de tráfego de dados disponibilizada pelas empresas de telecomunicações.

Em nota, o Palácio do Planalto informou que Lula ressaltou a reconstrução do Estado brasileiro a partir da PEC da Transição e da retomada de programas sociais. O presidente destacou o crescimento econômico do país, a estabilidade e previsibilidade para 2024, e a previsão de investimentos em infraestrutura no valor de R$ 1,7 trilhão através do Novo PAC nos próximos anos.

Portanto, a reunião entre Carlos Slim e o presidente Lula foi marcada por discussões sobre investimentos, cenário econômico e parcerias comerciais no setor de telecomunicações, demonstrando a importância do empresário mexicano no contexto das relações internacionais e da economia brasileira.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo