Polícia Civil autua dois homens por adulteração de veículos e receptação em Maceió. Quatro motocicletas foram recuperadas.

A Polícia Civil, por meio da Central de Flagrantes, realizou a autuação de dois homens, de 24 e 29 anos, detidos por policiais militares, suspeitos de adulteração de sinal identificador de veículo e receptação. A ação ocorreu após receber informações de que uma motocicleta XRE 300, que havia sido furtada anteriormente, estava em uma oficina no bairro Cidade Universitária, na parte alta de Maceió.

Os agentes se dirigiram ao local indicado e encontraram o primeiro suspeito, que estava na posse de uma motocicleta Moby, sem placa e com o chassi adulterado. Ele informou aos policiais que uma XRE 300 estaria em uma barbearia, também no bairro Cidade Universitária. Ao chegar ao novo endereço, os policiais localizaram o segundo suspeito, que possuía uma motocicleta CG 125 com placa, mas que apresentava adulterações no chassi e no motor.

Durante o interrogatório, o segundo suspeito indicou a possível localização da XRE 300 furtada, em um galpão próximo a um bar na mesma região. As buscas subsequentes levaram à recuperação da XRE 300, que estava sem placa e com adulteração no chassi, além de uma Honda CG 150 Titan, também com o chassi adulterado. No total, foram quatro motocicletas recuperadas.

Os suspeitos foram conduzidos à Central de Flagrantes, onde o delegado plantonista, Vinicius Martins Ferrari, conduziu os procedimentos legais. Durante os depoimentos, um dos suspeitos afirmou ter adquirido a moto de um homem que alegava ser proveniente de leilão, enquanto o outro suspeito informou ter comprado uma das motocicletas na feira do Benedito Bentes.

O caso será investigado pelo 10º Distrito Policial da Capital, visando esclarecer todos os detalhes deste esquema de adulteração de veículos e receptação.

A Polícia Civil informou que a ação mostra mais uma vez o empenho das forças de segurança na repressão de crimes relacionados a veículos. A adulteração de sinal identificador de veículos é um crime que contribui para a impunidade e o aumento da criminalidade, além de causar prejuízos aos proprietários legítimos dos veículos.

A população é importante aliada no combate a esses crimes, por isso, a Polícia Civil ressalta a importância de denúncias anônimas e do compartilhamento de informações que possam levar à identificação e punição dos criminosos.

Maceió continua enfrentando um número alarmante de furtos de veículos, e a Polícia Civil mantém seu compromisso em trabalhar incansavelmente para combater esses delitos e garantir a segurança da população. A colaboração da comunidade é fundamental nesse processo, para que juntos possamos construir uma cidade mais segura e livre dessas práticas criminosas.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo