Paralisação iminente do Inmet: Ministério da Agricultura sofre com falta de recursos e pessoal, impactando previsão do tempo.


O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), órgão vinculado ao Ministério da Agricultura e responsável pelo serviço oficial de meteorologia do Brasil, enfrentará uma paralisação a partir do próximo sábado, 15, devido à falta de pessoal e recursos. A decisão foi anunciada pelos servidores do Inmet e trará impactos significativos para a população brasileira.

Entre os serviços que serão suspensos durante a paralisação estão a previsão do tempo, o monitoramento do clima e a emissão de avisos meteorológicos. Essas atividades desempenhadas pelo Inmet são essenciais para auxiliar setores como agricultura, transporte, turismo e infraestrutura na tomada de decisões fundamentais para a segurança e o planejamento.

O Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Federal do Estado de São Paulo (Sindsef-SP) divulgou uma nota em que denuncia a perda de orçamento do Inmet ao longo dos últimos anos, o que teria resultado na atual situação crítica do órgão. Desde 2020, o orçamento do instituto tem sido insuficiente para garantir suas atividades até o final de cada ano fiscal, chegando ao ponto de este ano não contar com recursos para se manter até o final do primeiro semestre.

Diante desse cenário preocupante, o Sindsef-SP solicitou uma reunião com Carlos Fávaro, ministro da Agricultura, para discutir questões como o orçamento do Inmet, a recuperação da autonomia da instituição e a carência de profissionais. A entidade destaca que o instituto, com um quadro de pessoal extremamente restrito, depende fortemente de mão de obra terceirizada especializada em diversas áreas da meteorologia.

A paralisação a partir do dia 15 está ligada ao corte de funcionários terceirizados, que desempenham papéis fundamentais para o funcionamento do Inmet. Segundo o sindicato, esses colaboradores representam uma parcela significativa dos previsores e analistas que mantêm a estrutura do instituto em funcionamento.

Até o momento, o Ministério da Agricultura não se posicionou sobre o anúncio da paralisação dos serviços do Inmet. A população e os setores impactados por essa decisão aguardam por uma solução que garanta o restabelecimento das atividades do órgão e a continuidade dos serviços essenciais prestados à sociedade brasileira.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!



Botão Voltar ao topo