Palestra discute saúde mental e envelhecimento em tempos de pandemia


Evento integra a Semana da Pessoa Idosa que ao longo desta semana desenvolve ações voltadas para esse público

Em comemoração ao Dia Internacional da Pessoa Idosa, celebrado nesta sexta-feira (1°), o Programa de Atenção à Saúde da Pessoa Idosa do Município realizou na manhã desta quarta-feira (29), uma palestra com o tema “Saúde mental e envelhecimento em tempos de pandemia”. O encontro ocorreu no auditório da Secretaria Municipal de Saúde e foi direcionado para todos os servidores da saúde.

Palestra discutiu saúde mental e envelhecimento. Foto: Ascom/SMS

Segundo Denyse Lima, coordenadora do Programa da Pessoa Idosa, as ações planejadas para a semana foram organizadas para a proteção e o cuidado desse público-alvo. “Inicialmente, pensamos em direcionar essa programação para os servidores idosos, mas vimos que era preciso envolver servidores de todas as idades, pois todos vamos envelhecer e precisamos estar atentos para fazer isso de forma ativa e saudável”, afirma.

A palestra desta quarta-feira foi conduzida pela psicóloga Liliana Fábia, que destacou o momento atípico que todos estamos vivendo e a maneira como isso potencializou diversas vulnerabilidades. “Antes da Covid-19, o mundo já vivia uma pandemia de transtornos mentais e essa experiência do adoecimento, do medo de morrer, do medo do desconhecido acabou gerando mais angústias, o que foi agravado em diversos grupos e entre os mais vulneráveis estão os idosos”, explica a profissional.

Liliana Fábia, psicóloga. Foto: Ascom/SMS

“Essa experiência de isolamento gerou muitos conflitos, pois somos seres de contato e na velhice isso foi mais delicado, porque vínhamos em um movimento de que os idosos eram convidados a estarem em contato com a sociedade e quando eles estavam nesse movimento veio a experiência da reclusão e a consequente solidão e isso foi bastante penoso para essa população”, completa a psicóloga Liliana Fábia.

Durante o encontro, também foi abordado a importância de naturalizar experiências desconfortáveis, pois elas são esperadas em situações atípicas e também apresentadas algumas práticas que podem ser adotadas pelos idosos para lidar melhor com questões de saúde mental nesse período, tais como atividades prazerosas, caminhadas em ambientes abertos, trabalhos manuais, atividades solidárias junto à comunidade, entre outras.

Profissionais do Programa de Atenção à Saúde da Pessoa Idosa conversam com servidores. Foto: Ascom/SMS

Continuidade das ações

Na quinta-feira (30) a equipe multidisciplinar do Serviço de Atenção à Saúde do Servidor (SASS) continuará com as avaliações físicas agendadas por servidores da SMS acima dos 60 anos, iniciadas no último dia 27, visando o monitoramento da saúde desse público.

A Unidade de Saúde da Família (USF) Village Campestre I já está com sua programação definida. De segunda a quinta-feira, a equipe da unidade estará mobilizada na realização de palestras para os usuários em salas de espera. Nesses dias, serão abordados temas relacionados ao respeito à pessoa idosa, prevenção de quedas, envelhecimento saudável, vacinação e os desafios do envelhecimento. Para o dia 1º de outubro, a atividade escolhida para comemorar a data será uma roda de conversa sobre qualidade de vida na velhice, seguido de lanche coletivo com frutas.

O encerramento das atividades ocorrerá na próxima sexta-feira (1) em uma comemoração especial no pátio central da Secretaria Municipal de Saúde com apresentações culturais, palestras sobre o tema e sorteios de brindes para os servidores do órgão.

Ana Cecília da Silva – Ascom/SMS

Jornal Rede Repórter - Click e confira!



Botão Voltar ao topo