Operação Satus prende 13 acusados de crimes em Maceió e promete mais ações para trazer segurança à população.

Durante a manhã desta sexta-feira (29), a Polícia Civil deflagrou a Operação Satus, resultando na prisão de 13 acusados de crimes em Maceió. A ação tinha como objetivo cumprir mandados de prisão expedidos pela Justiça. A notícia foi anunciada pelo secretário de Segurança Pública, Flávio Saraiva.

A Operação Satus visa combater diversos crimes, como homicídio, tráfico de drogas, feminicídios, estupro de vulneráveis e violência doméstica. Saraiva ressaltou que as ações estão sendo realizadas em toda a região metropolitana de Maceió e contam com o apoio do grupamento aéreo da Secretaria de Segurança Pública.

O delegado-geral da Polícia Civil, Gustavo Xavier, informou que cerca de 400 policiais civis estão envolvidos na operação, incluindo diretores, delegados e os 300 novos agentes e escrivães, que foram recentemente empossados em seus cargos. Xavier destacou que esta é a primeira vez que esses novos profissionais estão participando de uma ação nas ruas ao lado de policiais civis experientes. A operação conta ainda com o uso de noventa viaturas e terá duração ao longo do dia.

O objetivo central da Operação Satus é cumprir todos os mandados de prisão pendentes, visando colocar na cadeia todos os indivíduos que têm pendências com a Justiça. Dessa forma, espera-se oferecer mais tranquilidade e paz aos alagoanos. O secretário Saraiva ressaltou que a intensificação do cumprimento de mandados não possui um prazo para acabar e adiantou que uma equipe de capturas está sendo criada para agilizar esse trabalho.

É importante ressaltar que as informações sobre a Operação Satus foram divulgadas pelo site Agência de Notícias Alagoana. Através de uma matéria publicada em seu portal, o veículo informou detalhes sobre a ação da Polícia Civil em Maceió, destacando os crimes combatidos e o número de prisões efetuadas até o momento.

A Operação Satus é mais um esforço das autoridades de segurança para combater o crime e garantir a tranquilidade da população. Com a prisão dos acusados, espera-se que haja uma redução dos índices de criminalidade na região. As forças de segurança seguem trabalhando incansavelmente para garantir um ambiente seguro para todos os alagoanos.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo