OPERAÇÃO MALIGNO – O Ministério Público do Estado de Alagoas (MPAL) deflagrou, nesta quinta-feira (16), a operação Maligno contra uma organização criminosa especializada em fraude na administração púb

OPERAÇÃO MALIGNO – O Ministério Público do Estado de Alagoas (MPAL) deflagrou, nesta quinta-feira (16), a operação Maligno contra uma organização criminosa especializada em fraude na administração pública e suspeita de movimentar R$ 243 milhões.

A organização era especializada em burlar o princípio do concurso público e vender facilidades aos gestores públicos, a exemplo de funcionários fantasmas, lotação por indicações políticas, desvio de função, “rachadinha”, dentre outros ilícitos que seguem sendo apurados.

O grupo criminoso com sede no bairro da Jatíuca, em Maceió, firmou contratos milionários com 20 municípios alagoanos, movimentando R$ 243 milhões entre outubro de 2020 e março de 2023.

 

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo