Nutricionistas listam os 6 melhores alimentos para controlar o colesterol, confira agora e mantenha a saúde em dia.


Adultos de meia-idade estão bebendo mais e usando maconha em níveis recordes, de acordo com um estudo recente. No entanto, um dos principais problemas de saúde que esse grupo deve se preocupar é o colesterol elevado, uma substância gordurosa necessária para o bom funcionamento do corpo, mas que em níveis altos pode causar doenças cardiovasculares.

O colesterol é um lipídio essencial encontrado no corpo humano e desempenha várias funções importantes. Ele produz hormônios como estrogênio, testosterona e cortisol, além de estar envolvido na formação da vitamina D e das membranas celulares. Essa substância pode ser sintetizada pelo fígado e também é obtida através dos alimentos que consumimos diariamente.

Existem dois tipos de colesterol, conhecidos como “bom” e “ruim”. O HDL, ou lipoproteína de alta densidade, é responsável por transportar o colesterol de todo o organismo até o fígado, onde é eliminado. Já o LDL, ou colesterol ruim, é o excesso de gordura que se acumula nas paredes das artérias, levando ao risco de doenças cardíacas.

Vários fatores podem contribuir para o colesterol alto, incluindo estilo de vida sedentário, excesso de peso e predisposição genética. Além disso, a alimentação desempenha um papel crucial no controle do colesterol. Alimentos de origem vegetal, especialmente aqueles ricos em fibras, são os mais indicados, pois ajudam a reduzir a absorção de gorduras no corpo. Grãos integrais, vegetais de folhas verdes, leguminosas e frutas secas são alguns exemplos desse tipo de alimento.

No entanto, é importante ressaltar que reduzir o consumo de produtos de origem animal também é recomendado. Carnes magras, peixes ricos em ômega 3 e laticínios desnatados são opções mais saudáveis. Além disso, a prática regular de exercícios físicos e a adoção de hábitos saudáveis de sono também são essenciais para manter os níveis de colesterol sob controle.

Para verificar os níveis de colesterol, é necessário realizar exames de sangue. O valor recomendado é inferior a 200 miligramas por decilitro, sendo que o índice de LDL deve estar abaixo de 100 miligramas por decilitro e o índice de HDL deve estar acima de 40 miligramas por decilitro. A frequência desses exames varia de acordo com a idade, fatores de risco e histórico familiar.

Portanto, é importante conscientizar as pessoas, principalmente aquelas de meia-idade, sobre a importância de manter o colesterol em equilíbrio através de uma alimentação saudável, prática de exercícios físicos e adoção de hábitos de vida saudáveis. Cuidar da saúde cardiovascular é essencial para garantir uma vida longa e livre de doenças cardiovasculares.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!



Botão Voltar ao topo