Novos integrantes do Conselho Editorial do Senado Federal tomam posse em cerimônia histórica no Congresso Nacional


Na manhã desta quinta-feira (9), ocorreu a posse dos novos membros do Conselho Editorial do Senado Federal. Este órgão é responsável por supervisionar a política editorial da Casa, que publica obras de grande importância para a cultura brasileira, abordando temas econômicos, sociais, políticos e históricos.

Dentre os empossados, estavam representantes do Senado, como a vice-presidente do Conselho, Esther Bemerguy de Albuquerque, a diretora-geral da Casa, Ilana Trombka, e o consultor legislativo, Bruno Lunardi Gonçalves. Além disso, foram nomeados membros da sociedade civil com destacada atuação na área literário-cultural, como Alexandre Santini, da Fundação Casa Rui Barbosa, Ana Cláudia Farranha, professora da UnB, e Carlos Ricardo Caichiolo, das faculdades IBMEC, entre outros.

A solenidade de posse ocorreu no Salão Negro do Congresso Nacional e contou com a presença do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco. Em seu discurso, Pacheco ressaltou os 27 anos de existência do Conselho Editorial, que já editou mais de 300 obras de relevância para a sociedade brasileira. Ele também destacou o aumento no número de conselheiros, que passou de cinco para os atuais integrantes.

O presidente do Conselho, senador Randolfe Rodrigues, parabenizou os novos membros e fez menção aos ausentes, reconhecendo a importância de suas respectivas áreas de atuação. Ana Maria Veiga, da Associação Nacional de História, falou em nome dos recém-empossados, enfatizando a diversidade dos membros e a promessa de um trabalho eficiente e representativo.

Durante o evento, foi lançado o livro “A política em Minas”, escrito por Paulo Roberto de Gouvêa Medina. A obra, que aborda a história política de Minas Gerais e biografias de líderes mineiros, foi elogiada pelo presidente do Senado e pelo senador Randolfe. O livro está disponível para download gratuito e em edição impressa à venda na Livraria do Senado.

Este momento histórico de posse do novo Conselho Editorial e lançamento do livro reforça o compromisso do Senado Federal com a preservação e divulgação da cultura e da história brasileira. A diversidade e expertise dos conselheiros prometem enriquecer ainda mais as publicações futuras da Casa.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!



Botão Voltar ao topo