MUNICIPIOS – Oficina reúne comunidade para discutir gestão das áreas litorâneas em Coruripe.

Teve início, na última segunda-feira (23), no auditório da Secretaria de Educação de Coruripe (Semed), a programação da 1ª etapa da Oficina do Projeto Orla em Coruripe. O objetivo dessa oficina é discutir estratégias para uma melhor gestão das áreas litorâneas do município, por meio do Plano de Gestão Integrado (PGI).
A Oficina foi articulada pela Prefeitura de Coruripe, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, e conta com a participação de diversos órgãos públicos, empresários, associações e instituições de ensino e pesquisa. O arquiteto urbanista Enio Ricardo, contratado pela Prefeitura para prestar consultoria na elaboração do PGI, destacou a importância da representatividade dos diferentes setores e atividades durante a oficina, pois o principal objetivo é a construção de um diagnóstico participativo.
Durante a programação, que acontecerá até o dia 27 de outubro, serão discutidas questões relacionadas ao ordenamento dos diferentes usos das áreas litorâneas, aspectos sociais, ambientais, turísticos, econômicos, de saneamento e outras de interesse da comunidade.
O Projeto Orla é uma política de Estado coordenada pela Secretaria do Patrimônio da União (SPU), e já é sucesso em vários municípios do Brasil. A proposta é ordenar os espaços litorâneos sob domínio da União, visando aproximá-los das políticas ambientais e patrimoniais para o desenvolvimento das regiões costeiras. Em Coruripe, a Prefeitura tem buscado a organização da orla marítima, contando com a participação de todos os envolvidos, desde empresários e pescadores até representantes do Ministério do Turismo e secretarias estaduais.
A secretária de Meio Ambiente de Coruripe, Luana Spotorno, ressaltou a importância da participação da comunidade nesse processo de elaboração do PGI, para que todas as demandas sejam contempladas a curto, médio e longo prazo. A representante da Secretaria de Estado do Turismo, Selefe Gomes, destacou a importância do turismo responsável para o desenvolvimento socioeconômico da região e ressaltou a necessidade de aproveitar a beleza natural de Coruripe para gerar renda e emprego.
José Edson, gestor da Superintendência do Turismo, enfatizou que a ordenação da orla movimentará ainda mais o setor turístico e atrairá mais empreendimentos para o município. Adailton Santos, proprietário de uma barraca na Lagoa do Pau e representante da Associação de Empresários da região, expressou seu apoio ao projeto Orla e ressaltou a importância da organização para a sustentabilidade e o desenvolvimento da região.
A Prefeitura Municipal de Coruripe é responsável pela elaboração e implementação do PGI, que será desenvolvido em parceria com a Coordenação Estadual e Nacional do Projeto Orla, num prazo de um ano. O objetivo é preservar o patrimônio natural e cultural de Coruripe, incentivar o uso sustentável da zona costeira e seguir as diretrizes da Política Nacional de Gerenciamento Costeiro. A participação da comunidade e a integração entre os diversos órgãos envolvidos serão fundamentais para o sucesso desse projeto.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo