Mulher mantida em cárcere privado é resgata em Riacho Doce

Uma mulher de 40 anos que era mantida em cárcere privado e foi vítima de estupro foi resgatada de uma residência pela Polícia Militar (PM), nessa terça-feria (20), no bairro Riacho Doce, em Maceió. O suspeito foi preso.

A informação consta no relatório do Centro Integrado de Operações da Segurança Pública (Ciosp), divulgado na manhã de hoje (21).

Segundo o relatório, a vítima informou à polícia que, além dos abusos, estava sendo obrigada a realizar serviços domésticos na casa. Ela foi encontrada com o estado emocional bastante abalado, pedindo ajuda para deixar o local. Não se sabe há quantos dias a mulher estava sendo mantida naquela situação.

“O comandante da guarnição pulou o muro da casa e conseguiu se aproximar da vítima, que arrumou os seus pertences e saiu pela janela, em virtude de a porta da residência estar trancada”, detalha o relatório.

Durante o desenrolar da ocorrência, o autor, de 33 anos, residente no mesmo bairro, chegou ao local, momento em que foi detido. Não consta no relatório, no entanto, se o suspeito é marido da vítima e o que teria motivado o autor a mantê-la em cárcere privado.

Em meio à situação, ele foi conduzido ao Complexo de Delegacias Especializadas (CODE) e, em seguida, à Central de Flagrantes, onde ficou preso sob a acusação de cárcere privado, segundo o relatório.

Já a vítima foi atendida por uma psicóloga no Code e, também, foi levada para a Central, para os procedimentos necessários

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo