MP-AL e SSP-AL deflagram operações para desarticular tráfico de drogas com total de 70 mandados sendo cumpridos em Alagoas e Santa Catarina.


O Ministério Público de Alagoas (MP-AL) em parceria com a Secretaria de Segurança Pública (SSP-AL) realizou uma operação na manhã desta quinta-feira (23) com o objetivo de desarticular organizações criminosas envolvidas no tráfico de drogas. No total, foram expedidos 70 mandados que estão sendo cumpridos não apenas em Alagoas, mas também em Santa Catarina.

A ação resultou em 26 mandados de prisão e 53 de busca e apreensão, com operações ocorrendo em diversas cidades alagoanas, como Maceió, Rio Largo, Arapiraca e outras cinco cidades do interior do estado. Além disso, os mandados também estão sendo cumpridos na cidade de Pomerode, no Vale do Itajaí, em Santa Catarina.

Até o momento, 18 indivíduos foram presos e foram apreendidos um revólver calibre 38, munições e drogas. A Operação Caroá resultou em 13 prisões, ocorrendo em diferentes municípios, incluindo Dois Riachos, Santana do Ipanema, Craíbas, Arapiraca, Maceió e Pomerode/SC. Já na Operação Sucessão, cinco pessoas foram presas, sendo três em Rio Largo e duas em Maceió.

A Operação Sucessão se concentrou em cumprir 14 mandados de prisão e 21 de busca e apreensão nas cidades de Maceió e Rio Largo. De acordo com as investigações, o grupo criminoso atuava principalmente na região da Mata do Rolo e em bairros da capital que fazem fronteira com a localidade. O líder da organização tomou continuidade às atividades criminosas de seu irmão, que já havia sido preso anteriormente.

Essas ações coordenadas entre o Ministério Público e a Secretaria de Segurança Pública visam combater de forma eficaz as organizações criminosas que impactam negativamente a sociedade, garantindo assim maior segurança e tranquilidade para a população.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!



Botão Voltar ao topo