Mais conforto e segurança no novo terminal de Navegantes (SC)

O Aeroporto Internacional de Navegantes Ministro Victor Konder, em Santa Catarina, está repaginado. Por meio da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), o Ministério da Infraestrutura entregou, nessa segunda-feira (24), a reforma, ampliação e modernização do terminal de passageiros e a nova torre de controle. Os trabalhos tiveram início em junho de 2019.

Após receber investimento de R$ 61,7 milhões do Fundo Nacional de Aviação Civil (Fnac), o novo terminal quase triplicou de tamanho, chegando a 13,6 mil metros quadrados, e a nova sala de embarque ficou cinco vezes maior, com área total de 2,8 mil metros quadrados. As melhorias incluem ainda uma nova sala de embarque internacional, climatização de todo o terminal, instalação de novas esteiras de restituição de bagagens, elevadores e escadas rolantes, além de mais seis sanitários e da ampliação da área de check-in.

“Essa é mais uma obra entregue pelo Governo Federal que irá melhorar consideravelmente a prestação do serviço para os passageiros que trafegam pelo aeroporto. Essa entrega importante dará mais conforto e segurança para todos os usuários do terminal do litoral catarinense”, afirmou o secretário-executivo do Ministério da Infraestrutura, Marcelo Sampaio.

Modernização 

A modernização permitiu ampliar as áreas comerciais, bem como o espaço dos órgãos públicos e a infraestrutura básica do aeroporto, como sistemas de energia elétrica e abastecimento de água.

As melhorias fazem parte de uma série de fases da ampliação e modernização do aeroporto, que já recebeu novas instalações da Seção Contra Incêndio (SCI), Central de Resíduos Sólidos (CRS), Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), guarita de segurança e prédio administrativo da Infraero.

Torre de controle

A nova torre de controle conta com equipamentos modernos de navegação aérea, promovendo melhorias operacionais e de segurança. O prédio possibilita uma melhor cobertura visual das áreas operacionais, além do aprimoramento do controle do espaço aéreo na região. Agora a torre possui 32,6 metros de altura, sendo 26,6 metros da base à parte superior da laje e mais seis metros de antena.

A edificação, que mais que dobrou de tamanho, agora inclui espaço para o setor de meteorologia, sala técnica e áreas administrativas de gestão e apoio. Os ambientes são mais amplos, com dois elevadores e auditório, e atende a todos os requisitos de acessibilidade.

Com a demolição da antiga torre, a área liberada foi incorporada na ampliação e modernização do terminal de passageiros.


Com informações do Ministério da Infraestrutura

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo