Maceió vence período chuvoso de 2023 sem registro de óbitos graças a obras de contenção de encostas pelo programa Brota na Grota.

Maceió, capital de Alagoas, passou pelo período chuvoso de 2023 sem registrar nenhum óbito relacionado a deslizamentos de encostas. Nas áreas de maior risco, como Chã da Jaqueira e Benedito Bentes, a população vivia com o medo constante de perder suas casas e até mesmo suas vidas. No entanto, esse medo foi substituído pelo alívio ao testemunhar a tão esperada obra de contenção definitiva dessas barreiras.

O programa Brota na Grota, desenvolvido pela Prefeitura de Maceió, investiu cerca de R$ 12,8 milhões em serviços de contenção utilizando tecnologias como geomantas e solos grampeados. Nas localidades que já foram beneficiadas pelo programa, não houve registro de alterações do solo, mesmo com o alto volume de chuvas no mês de julho, considerado o período de maior precipitação deste ano.

Dados do programa revelam que o maior investimento realizado, por meio da Secretaria de Infraestrutura (Seminfra), foi na Grota da Cerâmica, localizada no conjunto Morada dos Palmares, Tabuleiro do Martins. Nessa região, foram destinados R$ 5,9 milhões para as obras de contenção. Outra comunidade que recebeu um alto valor de investimento foi a Grota José Miguel, que margeia a ladeira de Chã da Jaqueira, onde foram investidos pouco mais de R$ 5 milhões. Além disso, as grotas da Alegria, Macaxeira e Campo Alegre também foram beneficiadas com investimentos de R$ 1,1 milhão, R$ 437 mil e R$ 244 mil, respectivamente.

Antes do programa Brota na Grota, a Prefeitura já havia realizado intervenções em outras localidades, como na Grota Bom Jesus, no Benedito Bentes II, na Grota São Rafael (entre os bairros Jacintinho e Mangabeiras) e em duas outras localizadas na Grota do Aterro, na Avenida Rotary.

O secretário municipal de Infraestrutura, Lívio Lima, destaca a importância de investir em obras definitivas para garantir a segurança dos moradores das áreas de influência. Segundo Lima, essas obras reduzem significativamente os riscos e proporcionam um ambiente mais seguro e estável para todos.

Os resultados dessas ações têm sido notados no dia a dia dos moradores afetados. Rose Rego, moradora da Grota da Alegria há 25 anos, conta que sempre tinha medo de ver sua casa desabar ou ser atingida pela barreira durante o período de chuvas. Agora, com a obra de contenção definitiva, ela se sente aliviada e pode dormir tranquilamente.

Mônica Brito, líder comunitária do bairro Chã da Jaqueira, lembra que em 2017 a comunidade enfrentou uma tragédia que resultou na morte de alguns moradores. Esse acontecimento deixou todos em constante alerta para o risco de deslizamentos. Agora, seis anos depois, o medo deu lugar ao alívio com a conclusão das obras de contenção.

A engenheira civil Alicia Carolina Lourenço, responsável pelos serviços da Prefeitura em encostas, destaca a complexidade e a importância do trabalho realizado. Segundo ela, cada caso é único e exige atenção e técnica, visando eliminar os riscos e causar o mínimo possível de desapropriações. Alicia ressalta que o trabalho é minucioso, mas tem trazido resultados positivos.

Além das obras já em andamento, as encostas no Vale do Reginaldo, Benedito Bentes e Jacintinho também terão serviços de contenção iniciados nas próximas semanas. A expectativa é que essas obras continuem a garantir a segurança e tranquilidade das comunidades afetadas pelas encostas em Maceió.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo