MACEIÓ – Maceió alcança feito inédito ao passar pelo período chuvoso de 2023 sem registro de óbitos em áreas de risco.

No ano de 2023, Maceió, a capital do estado de Alagoas, conseguiu passar pelo período chuvoso sem registrar nenhum óbito. Essa conquista representa um alívio para os moradores das encostas da cidade, onde havia um alto risco de deslizamentos. Bairros como Chã da Jaqueira, Benedito Bentes e outros, viviam com o medo constante de perderem suas casas e até mesmo as próprias vidas ou de seus familiares. No entanto, esse medo deu lugar ao alívio ao presenciarem pela primeira vez a tão esperada obra de contenção definitiva da barreira.

Essa obra foi realizada por meio do programa “Brota na Grota”, promovido pela Prefeitura de Maceió. Um investimento de R$ 12.789.221,90 foi destinado a serviços que utilizam a tecnologia de geomantas e solos grampeados. Nas localidades que já foram beneficiadas, não foram registradas alterações no solo, mesmo com o alto volume de água durante o mês de julho, que é o período de maior quantidade de chuvas do ano.

Os dados do programa revelam que o maior investimento foi na Grota da Cerâmica, localizada na parte baixa do conjunto Morada dos Palmares, no bairro Tabuleiro do Martins. Um total de R$ 5,9 milhões foi destinado a essa região. Outra comunidade com alto valor investido foi a Grota José Miguel, que margeia a ladeira de Chã da Jaqueira. Lá, obras orçadas em pouco mais de R$ 5 milhões foram realizadas. Também receberam benefícios as grotas da Alegria (R$ 1,1 milhão), Macaxeira (R$ 437 mil) e Campo Alegre (R$ 244 mil).

Antes do início do programa “Brota na Grota”, a Prefeitura já havia realizado intervenções em outras localidades, como a Grota Bom Jesus, no bairro Benedito Bentes II, a Grota São Rafael (entre os bairros Jacintinho e Mangabeiras) e outras duas localizadas na Grota do Aterro, na Avenida Rotary.

O secretário municipal de Infraestrutura, Lívio Lima, ressalta a importância de garantir a segurança dos moradores das áreas de influência e destaca a necessidade de investir em obras definitivas para reduzir significativamente os riscos e proporcionar um ambiente mais seguro e estável para todos.

O impacto dessas ações pode ser visto no dia a dia dos moradores, como é o caso de Rose Rego, moradora da Grota da Alegria no Benedito Bentes há 25 anos. Antes da obra de contenção definitiva, ela sentia medo durante o período de chuvas, preocupada em ver sua casa desabar ou ser atingida pela barreira. Agora, ela se sente aliviada e capaz de dormir tranquilamente.

Mônica Brito, líder comunitária do bairro Chã da Jaqueira, lembra que em 2017 a comunidade enfrentou uma tragédia que resultou na morte de alguns moradores. Essa tragédia deixou todos em constante alerta para possíveis deslizamentos de barreira. Após seis anos, eles finalmente podem substituir o medo pelo alívio.

A engenheira civil Alicia Carolina Lourenço, responsável pelos serviços da Prefeitura em encostas, destaca a complexidade e a importância desse trabalho. Ela ressalta que cada caso é único e exige atenção e técnica para eliminar os riscos. O serviço é minucioso e busca causar o mínimo possível de danos sociais, evitando desapropriações.

Além das obras já realizadas, encostas no Vale do Reginaldo, Benedito Bentes e Jacintinho também terão seus serviços iniciados nas próximas semanas. Com isso, a Prefeitura de Maceió visa garantir a segurança e o bem-estar dos moradores dessas regiões.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo