MACEIÓ – 67ª Câmara Técnica da Abrasf marca início da Assembleia Geral em Maceió, reunindo gestores e técnicos de finanças públicas de todo o país.

Nesta quarta-feira (28), foi realizada a 67ª Câmara Técnica Permanente da Associação Brasileira das Secretarias de Finanças das Capitais (Abrasf) em Maceió, que teve a cidade como anfitriã. O evento marcou o início das atividades da 1ª Assembleia Geral Ordinária da entidade, que está acontecendo na capital alagoana nos dias 29 de fevereiro e 1º de março. Este encontro é considerado um dos mais importantes no âmbito das finanças públicas e reúne gestores e técnicos de todo o país.

Durante a Câmara Técnica da Abrasf, os secretários de Finanças, Economia e Fazenda das capitais, juntamente com técnicos e demais membros da associação, discutiram diversos temas relacionados às áreas fiscal e financeira. Entre os assuntos debatidos, a reforma tributária ocupou grande espaço nas discussões, demonstrando a relevância do evento para o atual cenário econômico do país.

O subsecretário do Tesouro Municipal da Secretaria de Fazenda de Maceió destacou a importância do encontro: “Estamos encerrando os trabalhos da 67ª Câmara Técnica da Abrasf, um espaço crucial para discutir a administração fazendária municipal, sendo especialmente relevante neste momento de reforma tributária.” Além disso, ele ressaltou a satisfação de sediar o evento e a expectativa para a primeira Assembleia dos secretários de Fazenda das capitais, que reunirá representantes de todas as capitais do país em Maceió.

O evento também contou com a presença de autoridades locais e a imprensa, que puderam acompanhar de perto as discussões e os desdobramentos da Câmara Técnica da Abrasf. A programação incluiu palestras, debates e momentos de networking entre os participantes, com o intuito de promover a troca de experiências e o aprimoramento das práticas relacionadas às finanças públicas.

Com isso, a 67ª Câmara Técnica da Abrasf em Maceió se consolidou como um importante espaço de diálogo e colaboração entre os gestores e técnicos das áreas financeiras, contribuindo para o desenvolvimento e aperfeiçoamento da gestão fiscal em todo o país.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo