Lula incentiva militantes do PT a lançarem candidaturas municipais em 2024 e sugere alianças com siglas de esquerda e centro.


Na última semana, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) discursou em um evento do PT sobre as eleições municipais do ano que vem, incentivando os militantes petistas a lançarem suas candidaturas em 2024. De acordo com Lula, as candidaturas são importantes mesmo quando as chances de vitória são pequenas.

Lula afirmou: “As eleições municipais vão servir para a gente aprender a discutir na cidade. A gente tem condições de ter candidato a prefeito? Não precisa ter condições de ganhar. Candidatura não é importante só quando ganha. Pode fazer candidatura, perder e construir base para vitória no ano seguinte, mas é preciso que tenha coragem de escolher o melhor”.

O presidente também ressaltou a importância de os militantes petistas escolherem o candidato que melhor defenderá o partido, destacando a necessidade de evitar conflitos internos.

Em um tom mais pragmático, Lula falou sobre a possibilidade de os correligionários buscarem alianças com siglas de esquerda e de centro para serem competitivos, caso não tenham condições de ter uma candidatura competitiva.

“Se não tem candidato, tem que apoiar o cara mais próximo de nós, disposto a construir uma linha programática junto conosco. A gente pode fazer as pessoas assumirem compromissos. A gente tem que fazer acordo com pessoas de esquerda”, afirmou o presidente, defendendo a análise das realidades locais pelos líderes municipais.

Além disso, Lula elogiou a deputada Gleisi Hoffmann (PT-PR) como presidente do PT, destacando a importância de ela falar para dentro do partido e trabalhar em prol do PT.

Com suas declarações, Lula buscou orientar os militantes petistas em relação às próximas eleições municipais, incentivando candidaturas, mas também ressaltando a importância de alianças em busca de competitividade. Sua fala foi marcada por um tom de incentivo, ao mesmo tempo em que destacou a necessidade de escolhas estratégicas para o fortalecimento do partido.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!



Botão Voltar ao topo