Lula elenca ações prioritárias para lidar com desastres no Rio Grande do Sul em reunião com autoridades e promete apoio federal


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva apresentou neste domingo uma série de medidas prioritárias para lidar com os desastres no Rio Grande do Sul. Durante uma reunião com autoridades no centro de operações do Exército em Porto Alegre, Lula destacou a importância de viabilizar uma linha de crédito para empresas afetadas.

Ao lado do governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, além dos presidentes da Câmara e do Senado e de ministros do Executivo e do Judiciário, o presidente ressaltou a necessidade de medidas rápidas e eficazes para auxiliar aqueles impactados pelas enchentes.

Lula designou os ministros do Trabalho e Emprego, Luiz Marinho, e da Fazenda, Fernando Haddad, para elaborarem essa linha de crédito destinada a ajudar as empresas que foram prejudicadas. Ele enfatizou a importância de cuidar do problema do desemprego e oferecer suporte financeiro para que as empresas voltem a operar normalmente.

Além disso, o presidente se comprometeu a auxiliar na recuperação das estradas estaduais danificadas, por meio do Ministério dos Transportes. Essa ação visa facilitar o deslocamento e a logística no estado, impactado pelas fortes chuvas.

Durante o encontro, o governador Eduardo Leite solicitou a criação de um “Plano Marshall” para o Rio Grande do Sul, visando garantir benefícios sociais e um financiamento extraordinário para as áreas de assistência social e saúde. Essa medida reforça a necessidade de um plano abrangente e solidário para reconstruir as regiões atingidas pelos desastres naturais.

Diante do cenário de crise, o governo federal trabalha em conjunto com as autoridades locais para promover ações que minimizem os impactos negativos e ofereçam suporte à população vulnerável. As próximas semanas serão decisivas para a implementação dessas medidas e para a recuperação das áreas afetadas.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!



Botão Voltar ao topo