LBV realiza mutirão nacional para arrecadar doações em apoio às vítimas das chuvas no RS, enviando mais de 315 toneladas de suprimentos.


A Legião da Boa Vontade (LBV) vem se destacando por sua atuação humanitária através da campanha SOS Calamidades, que tem mobilizado voluntários em todo o Brasil para arrecadar doações em suas unidades. Até o momento, a instituição já enviou mais de 315 toneladas de suprimentos para o Rio Grande do Sul, contando com o apoio de empresas de transporte, a Força Aérea Brasileira (FAB) e os Correios.

Nesta sexta-feira, 24 de maio, a LBV realizará o envio da primeira remessa de doações recolhidas em Alagoas, totalizando mais de 2 toneladas de água, alimentos não perecíveis, ração para animais, material de limpeza e higiene pessoal. Os Correios serão responsáveis pelo transporte dos suprimentos até a Defesa Civil gaúcha, auxiliando as vítimas das recentes chuvas no estado.

É importante ressaltar que, devido a solicitações das autoridades do Rio Grande do Sul, a LBV não está mais recebendo doações de roupas do cotidiano. No entanto, a mobilização continua e é possível colaborar doando água potável, materiais de higiene pessoal e limpeza, alimentos não perecíveis, cobertores, colchões, ração para animais, fraldas descartáveis, entre outros itens.

Em Maceió/AL, o posto de arrecadação da LBV está localizado na Avenida Muniz Falcão, 964, no Barro Duro, funcionando das 8h às 17h. Para mais informações, basta entrar em contato pelo telefone (82) 3328.4410. Além disso, também é possível realizar doações via Pix Solidário, utilizando o e-mail ajude@lbv.org.br.

A atuação da Legião da Boa Vontade reflete a importância da solidariedade e da união em momentos de crise, demonstrando o impacto positivo que a ajuda humanitária pode ter na vida das pessoas afetadas por desastres naturais. Por isso, é fundamental que a sociedade continue apoiando iniciativas como a campanha LBV — SOS Calamidades, contribuindo com o auxílio às comunidades atingidas e fortalecendo os laços de solidariedade e empatia.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!



Botão Voltar ao topo