Juventude e Ponte Preta empatam sem gols e adiam definições na Série B, mantendo disputas emocionantes para última rodada.

Na tarde do último domingo, 24 de novembro, o Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS), foi palco de um empate sem gols entre as equipes do Juventude e Ponte Preta, em partida válida pela 37ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O resultado manteve os times na mesma situação na tabela de classificação, mas agora, com o fim da rodada, apenas uma partida os separam do desfecho da competição.

O Juventude, que segue na terceira colocação com 62 pontos, viu o Criciúma garantir o acesso, em segundo lugar, com 64 pontos, se juntando ao campeão Vitória na Série A. Com isso, a equipe gaúcha agora terá que buscar uma das duas vagas em aberto na última rodada, quando enfrentará o Ceará, fora de casa, em Fortaleza, no próximo sábado (25).

Já a Ponte Preta também não conseguiu alterar sua posição na tabela, mantendo-se na 15ª colocação com 39 pontos. Para garantir a manutenção na Série B em 2024, o time campineiro precisará torcer por tropeços de Tombense e Sampaio Corrêa, que ainda entrarão em campo pela 37ª rodada e são concorrentes diretos. Na última rodada, a Ponte enfrentará o CRB no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, e precisará vencer para garantir matematicamente sua permanência na série.

Apesar de um gramado pesado devido a uma forte chuva que caiu antes do início do jogo, o Juventude iniciou a partida com mais agressividade e quase abriu o placar logo aos três minutos, com Gabriel Taliari. No entanto, a Ponte Preta conseguiu equilibrar as ações durante o restante do jogo.

No retorno do intervalo, as equipes tiveram chances para marcar o gol da vitória, mas nenhuma das oportunidades foi aproveitada. Com o empate sem gols, o confronto encerrou convencendo as equipes de que a última rodada será de extrema importância para o desfecho de suas participações na Série B do Campeonato Brasileiro.

Em relação à escalação das equipes, o Juventude entrou em campo com Thiago Couto; Dani Bolt, Danilo Boza, Zé Marcos e Alan Ruschel; Jean Irmer (Matheus Vargas), Vini Paulista (Erick) e Mandaca; Tite (Rafael Furtado), Echaporã (Kelvyn) e Gabriel Taliari, já a Ponte Preta escalou Caíque França; Luiz Felipe (Weverton), Castro, Fábio Sanches e Artur; Felipinho, Amaral (Wesley Fraga), Ramon Carvalho (Léo Naldi) e Elvis; Pablo Dyego (Paul Villero) e Jeh (Eliel).

Após o término da partida, a renda foi contabilizada em R$ 69.900,00, e o público total foi de 13.157 pessoas. O árbitro responsável pela partida foi Wagner do Nascimento Magalhães (RJ). Com a realização deste jogo, restará apenas uma rodada para determinar os desdobramentos finais da Série B do Campeonato Brasileiro.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo