INTERNACIONAL – “Bombardeio atinge prédio próximo a família brasileira em Gaza, aumentando preocupações sobre a segurança dos cidadãos brasileiros na região”


Um novo bombardeio atingiu um prédio ao lado da residência de uma das famílias de brasileiros que estão na Faixa de Gaza, na cidade de Khan Yunes, na manhã desta segunda-feira (30). O fato foi registrado por Hasan Rabee, de 30 anos, que relatou o susto com o bombardeio. Hasan, que mora em São Paulo, foi à Palestina visitar a família poucos dias antes do início das hostilidades entre Israel e o grupo Hamas. Ele aguarda a abertura da fronteira para deixar o país com a esposa e as duas filhas pequenas.

Hasan foi à rua para mostrar a destruição no prédio ao lado de onde está abrigado. Ele conta que vizinhos tentam salvar as pessoas atingidas pela bomba. Segundo ele, o prédio ao lado da residência onde está sob bombardeio foi atacado e há várias pessoas feridas. Hasan descreve a situação como absurda e lamenta o sofrimento das pessoas.

Na cidade de Rafah, outro grupo de brasileiros e familiares também aguarda a abertura das fronteiras. Shahed al-Banna, de 18 anos, relatou em vídeo como tem sido difícil a espera para serem resgatados e deixarem Gaza. Segundo ela, é difícil encontrar água e gás no país devido ao fechamento das fronteiras, mas a embaixada brasileira tem prestado todo o apoio possível. Ela descreve as noites como terríveis devido aos constantes bombardeios, que ocorrem perto e em todos os lugares.

Aproximadamente 30 brasileiros e seus familiares estão sendo acompanhados pela Representação do Brasil em Ramala, na Cisjordânia, e aguardam a abertura da fronteira com o Egito. O embaixador brasileiro de Ramala, Alessandro Candeias, ressalta a preocupação com a situação, pois, apesar de a Embaixada enviar dinheiro, há dificuldades em encontrar água e alimentos. Eles estão em casas alugadas pelo governo brasileiro, que tem informado a localização exata das residências para evitar que sejam bombardeadas.

O embaixador enfatiza a necessidade de autorização para que os brasileiros possam sair o mais rápido possível e retornar ao Brasil em segurança, uma vez que as perspectivas são de rápida degradação das condições de vida e segurança na região.

É importante ressaltar que, em meio a esse cenário tenso, as informações estão sendo acompanhadas pela Embaixada brasileira, que busca prestar todo o apoio necessário aos brasileiros afetados pela situação em Gaza, garantindo a segurança e o retorno seguro ao Brasil. A situação continua a ser monitorada de perto, buscando soluções e amparo aos brasileiros nessa difícil situação.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!



Botão Voltar ao topo