INSS é condenado a pagar mais de R$ 300 mil em atrasos de benefícios para a atriz Fernanda Montenegro, de 94 anos.


A renomada atriz Fernanda Montenegro, aos 94 anos de idade, encontra-se em uma batalha judicial com o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) desde o ano de 2022. O motivo dessa disputa é a reivindicação de seus direitos em relação à aposentadoria e pensão por morte de seu falecido marido, os quais deixaram de ser pagos pelo órgão previdenciário.

De acordo com informações divulgadas pelo blog do renomado jornalista Ancelmo Gois, em agosto de 2019 o INSS interrompeu sem justificativa os depósitos dos benefícios de Fernanda Montenegro, uma situação que se prolongou até março de 2022. Durante o período da pandemia, a atriz enfrentou dificuldades para realizar a prova de vida exigida pelo INSS, o que resultou no cancelamento de seus direitos, levando o instituto a considerá-la como falecida.

No ano passado, após uma longa batalha judicial, a Justiça decidiu a favor da atriz e determinou que o INSS realizasse o pagamento retroativo dos valores devidos, estimados em mais de R$ 334 mil. Ademais, o órgão foi condenado a pagar uma indenização por danos morais inicialmente fixada em R$ 30 mil, valor que foi reduzido para R$ 10 mil devido a um recurso. No entanto, até o momento, Fernanda Montenegro ainda não recebeu nenhum valor por parte do INSS.

É importante ressaltar a importância desses pagamentos para uma figura tão emblemática quanto Fernanda Montenegro, que contribuiu significativamente para a cultura nacional ao longo de sua carreira. O descumprimento dos direitos previdenciários da atriz configura não apenas uma injustiça, mas também um desrespeito ao seu legado artístico e sua trajetória de luta e sucesso no cenário artístico brasileiro. Espera-se que o INSS cumpra com suas obrigações e faça o devido pagamento à atriz o mais breve possível.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!



Botão Voltar ao topo