Hulk critica arbitragem no clássico entre Atlético-MG e Cruzeiro e chama árbitro de “boçal” em final do Campeonato Mineiro.

No clássico mineiro que movimentou o futebol no último sábado, o atacante e capitão do Atlético-MG, Hulk, não poupou críticas ao árbitro Felipe Fernandes de Lima. Em declarações após a partida, o experiente jogador expressou sua insatisfação com o comportamento do juiz, que segundo ele, demonstrou falta de humildade e agiu de forma desrespeitosa.

De acordo com Hulk, o árbitro teria sido inflexível e arrogante durante o jogo, o que teria desencadeado uma série de situações desagradáveis. Uma delas foi o cartão amarelo recebido pelo atacante, que alegou não ter cometido falta e criticou a postura do juiz. Hulk questionou a atitude de Felipe Fernandes de Lima e pediu mais diálogo e respeito por parte da arbitragem.

O jogador também chamou atenção para a falta de comunicação entre os atletas e os árbitros, destacando a importância do diálogo para o bom andamento das partidas. Segundo Hulk, a postura dos juízes tem sido um obstáculo para a relação entre jogadores e arbitragem, o que torna difícil a condução das partidas de forma justa e equilibrada.

Após o apito final, Hulk trocou breves palavras com o árbitro no túnel de entrada dos vestiários, em um momento que foi captado pelas câmeras de TV. No entanto, o áudio da conversa não foi registrado, deixando em aberto o teor das declarações do capitão atleticano.

Com o empate por 2 a 2 no primeiro jogo da final do Campeonato Mineiro, o Atlético-MG saiu com gostou de derrota, após abrir 2 a 0 no primeiro tempo e ver o Cruzeiro reagir na etapa final. A igualdade no placar deixa a decisão do título em aberto para o confronto da próxima semana, no Mineirão, em um duelo que promete ser marcado pela rivalidade e pela busca pela vitória.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo