Governo de Alagoas lança consulta pública para revisão do Plano Estadual de Cultura e convoca Conferência Estadual de Cultura.

O Governo de Alagoas, por meio da Secretaria de Estado da Cultura e Economia Criativa de Alagoas (Secult), está empenhado em promover a transparência e a participação da comunidade na revisão do Plano Estadual de Cultura. O plano, que foi originalmente instituído pelo Decreto nº 27.736, em 29 de agosto de 2013, passará por uma consulta pública, na qual os alagoanos poderão contribuir com sugestões e melhorias.

A consulta pública tem como objetivo agregar as contribuições recebidas à propostas já aprovadas durante a V Conferência Estadual de Cultura, que está programada para os dias 04 e 05 de dezembro, no Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso, em Maceió, capital do estado.

A secretária de Estado da Cultura e Economia Criativa, Mellina Freitas, destacou a importância dessa oportunidade para influenciar o desenvolvimento do cenário cultural do estado. Ela ressaltou que a consulta pública busca garantir que o Plano Estadual de Cultura de Alagoas reflita efetivamente as aspirações e necessidades da comunidade.

Os interessados em contribuir com a consulta devem enviar suas propostas e sugestões até o dia 30 de novembro de 2023 para o e-mail [email protected]

Além da revisão do Plano Estadual de Cultura, a Secult, em parceria com os municípios, está promovendo diversas conferências em várias regiões do estado. Essas conferências têm como objetivo deliberar sobre ações que impactam tanto os municípios quanto o estado como um todo. Durante as conferências regionais, são selecionados delegados que representarão suas respectivas regiões na conferência estadual.

Essas iniciativas têm como objetivo fortalecer e incentivar a participação da comunidade no desenvolvimento e implementação de políticas públicas voltadas para a cultura. O Governo de Alagoas reconhece a importância da cultura como um vetor de desenvolvimento social e econômico, e busca garantir que as ações governamentais estejam alinhadas com as demandas e anseios da população.

Portanto, a revisão do Plano Estadual de Cultura e as conferências intermunicipais são mecanismos democráticos que visam ampliar a participação da comunidade na definição das políticas culturais do estado. Os alagoanos têm agora a oportunidade de contribuir e influenciar diretamente nas ações e estratégias voltadas para o desenvolvimento cultural de Alagoas.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo