Governo anuncia início da implementação do Novo Minha Casa, Minha Vida com seleção de 187,5 mil novas unidades habitacionais.

O governo federal anunciou nesta quarta-feira, 22, a implementação do Novo Minha Casa, Minha Vida em parceria com o Ministério das Cidades. O programa está voltado para famílias com renda de até 2 salários-mínimos, o que equivale a R$ 2.640,00 em valores atuais. A cerimônia de anúncio aconteceu no Salão Nobre do Palácio do Planalto e contou com a presença do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, do ministro das Cidades, Jader Filho, do ministro-chefe da Casa Civil, Rui Costa, e do presidente da Caixa, Carlos Vieira.

A seleção das propostas para o Novo MCMV destinado à Faixa 1 (FAR) recebeu mais de 900 mil propostas, resultando em 187,5 mil unidades habitacionais selecionadas, das quais 5.610 foram destinadas para o estado de Alagoas. O governador Paulo Dantas irá anunciar nos próximos dias o número de novas unidades habitacionais para o município de Palmeira dos Índios.

Além disso, foi formalizado um protocolo de intenções entre o Ministério das Cidades e a Academia Brasileira de Letras (ABL) com o objetivo de constituir um acervo de títulos literários que serão utilizados na implementação de salas de biblioteca ou leitura nos empreendimentos do MCMV. O Ministério das Cidades também está negociando com o Ministério da Cultura para orientar os construtores no projeto desses espaços visando o acesso à cultura aos beneficiados.

Foi lançado também o edital do Prêmio Minha Casa, Minha Vida, que busca estimular a sustentabilidade e a inovação nos novos projetos do MCMV. Dividido em sete categorias, o prêmio visa fomentar melhorias na inserção urbana, aumentar o conforto das unidades, buscar a inovação por meio de sistemas e materiais construtivos, incentivar projetos com soluções sustentáveis, estimular a inclusão social e dar suporte a projetos com financiamento sustentáveis.

O processo de seleção das propostas resultou em 187,5 mil novas unidades habitacionais do MCMV para famílias da Faixa 1, contemplando mais de 1.200 empreendimentos que beneficiarão 560 municípios em todo o Brasil. A meta inicial de construção de moradias era de 130 mil unidades, porém, devido ao grande volume de propostas, estão sendo selecionadas 187,5 mil.

As propostas selecionadas atenderam às novas regras estabelecidas após a retomada do MCMV, incluindo critérios de proximidade dos centros urbanos, melhorias nas especificações dos imóveis e infraestrutura de qualidade. As propostas foram enviadas pelos governos estaduais, prefeituras e construtoras.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo