Governador de Alagoas encaminha projeto de lei para instituir Programa Alagoas sem Fome como política pública estadual permanente


O governador Paulo Dantas encaminhou à Assembleia Legislativa o projeto de lei que institui o Programa Alagoas sem Fome como uma política pública estadual permanente. A matéria foi lida na quinta-feira (16) e agora seguirá para análise das comissões.

O pedido de apreciação em caráter de urgência feito pelo governador ressalta a importância do projeto de lei, que visa instituir o Programa Alagoas sem Fome como uma política pública de extrema relevância. O programa envolverá esforços e ações de instituições públicas e privadas com o objetivo de combater a fome em Alagoas.

Segundo a mensagem do governador, o programa visa formular, desenvolver e implementar ações destinadas às parcelas da população em situação de pobreza ou extrema pobreza. A política pública tem a intenção de contribuir para a redução gradual da insegurança alimentar e nutricional no Estado de Alagoas, garantindo o direito humano à alimentação adequada e saudável para as pessoas em situação de vulnerabilidade social.

A iniciativa do governo de Alagoas é um passo importante no investimento e implementação de políticas públicas efetivas que visam reduzir a insegurança alimentar e nutricional no estado. O programa será coordenado pelo Gabinete Civil e envolverá ações implementadas por todas as secretarias do estado de forma transversal.

A proposta do Programa Alagoas sem Fome busca abordar de forma integrada a questão da fome no estado, agindo de maneira transversal e coordenada para garantir o acesso à alimentação para a população mais vulnerável. A implementação desse programa representa um compromisso do governo de Alagoas em enfrentar um dos problemas mais urgentes que afetam a população, demonstrando a importância de políticas públicas voltadas para a segurança alimentar e nutricional. A expectativa é de que a Assembleia Legislativa aprove a proposta e que, com a implementação do Programa Alagoas sem Fome, o estado avance no combate à fome e à insegurança alimentar.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!



Botão Voltar ao topo