Gabinete da Causa Animal lança versão digital do cartão de vacina

Ciente da importância de registrar as vacinas aplicadas nos pets, a equipe do GGI-CA desenvolveu um Cartão de Vacina para que os tutores possam baixar, imprimir e guardar todos os registros das doses que são aplicadas nos animais.

O cartão está disponível nas versões preto e branco e colorida, conta com espaços para incluir informações de identificação do animal e dos tutores, além de um conteúdo educativo sobre a saúde dos animais, zoonoses, benefícios da castração, cuidados com verminoses e ectoparasitas.

Baixe aqui o Cartão de Vacina

Saúde animal

O cartão de vacinação é um documento muito importante recebido pelo tutor logo nas primeiras visitas ao veterinário e deve ser preservado com cuidado, já que o documento comprova as imunizações ao longo da vida do animal. O Gabinete alerta que o descuido com o registro vacinal acarreta, além de riscos de não vacinação nos períodos adequados, reaplicações de doses sem necessidade.

A médica veterinária, Larissa Rocha, falou sobre a importância da vacinação para proteção da saúde dos animais.

“A vacinação é uma das medidas mais importantes de prevenção contra doenças e o único jeito de comprovar e acompanhar seu histórico de imunização é por meio do cartão de vacina. Este é um documento indispensável para os animais. Por isso, guarde o cartão do seu animal com cuidado”, explicou a veterinária.

A veterinária também destacou que a vacina prepara o organismo para que, em caso de infecção por aquele agente patogênico, o sistema de defesa possa agir de forma eficiente. Assim, a doença não se desenvolve ou, em alguns casos, se desenvolve de forma branda. Essa reação não é duradoura e completa, por isso é de extrema importância a aplicação de reforços vacinais. A vacinação ainda é o método mais seguro e eficaz para manter e assegurar a saúde animal.

Combate às Zoonoses

O Gabinete da Causa Animal alerta que a vacinação é uma importante ferramenta para prevenir os animais domésticos contra doenças, especialmente contra as zoonoses, que são enfermidades que podem ser transmitidas para os seres humanos. Vacinar cães e gatos contribui para a proteção dos animais e das pessoas, evitando surtos de doenças.

A coordenadora do Gabinete da Causa Animal, Fernanda Rodrigues, ressaltou a importância dos tutores guardarem o cartão de vacina.

“É importante que em todas as visitas ao médico veterinário, os tutores levem o cartão de vacina do animal, pois se trata de um documento importante em que deve constar todos registros das doses de vacina que já foram aplicadas no pet, inclusive, durante as campanhas de vacinação antirrábica realizadas anualmente”, frisou a coordenadora.

Informações sobre o protocolo vacinal

A Prefeitura de Maceió oferta gratuitamente doses de vacina antirrábica na UVZ e nas feiras de adoção que acontecem todos os fins de semana.

Somente o médico veterinário está habilitado a verificar quais são as vacinas que seu pet necessita e quando deverão ser aplicadas, seja ele um gato ou um cão. Porém, independente das vacinas que o veterinário irá aplicar, as vacinas múltiplas/polivalentes (V8 ou V10) e antirrábica são obrigatórias no esquema de vacinação de qualquer animal.

Nos cães, a polivalente previne doenças como cinomose, parvovirose, leptospirose, parainfluenza, coronavirose, adenovirose e hepatite infecciosa canina. Já em gatos, a polivalente previne rinotraqueite infecciosa felina, Calicivírus felino, panleucopenia felina, leucemia felina e clamidiose.

É importante nunca atrasar a vacina anual do seu pet pelo período maior que um mês. Caso isso aconteça pode haver a necessidade de ele receber uma dose de reforço, além da anual. Tal procedimento fica a critério do veterinário responsável.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo