Família do baixista do Ultraje a Rigor, Mingau, lança vaquinha online para custear tratamento após 2 meses na UTI

A família do baixista Rinaldo Oliveira Amaral, conhecido como Mingau, de 56 anos, integrante da banda Ultraje a Rigor, está enfrentando um momento difícil e decidiu recorrer à solidariedade para conseguir arcar com os custos do tratamento do músico. Após dois meses na UTI, Mingau está se preparando para iniciar o processo de reabilitação, mas ainda precisa lidar com os gastos médicos.

A situação delicada pela qual o baixista passou é descrita em uma publicação feita nas redes sociais, onde é mencionado que no dia 2 de setembro, durante uma viagem de volta para São Paulo, Mingau foi baleado na cabeça ao passar por Paraty. Ele foi transferido em estado grave para a capital paulista e enfrentou duas cirurgias de grande porte em um curto espaço de tempo.

No entanto, a família ressalta que, apesar do susto e da angústia, Mingau demonstrou ser um verdadeiro guerreiro ao resistir e evoluir durante o período de internação na UTI. Agora, mesmo enfrentando despesas que não são cobertas pelo plano de saúde, a família busca apoio financeiro por meio de uma vaquinha online, com o objetivo de garantir que o músico tenha um final feliz para essa história que comoveu a todos.

O texto publicado destaca a personalidade cativante de Mingau, descrevendo-o como alguém com “jeitão de moleque, sorriso fácil e coração de ouro”, que conquistou não só amigos e familiares, mas também desconhecidos que passaram a torcer pela sua recuperação. A nota ressalta a importância de contribuir para que ele possa receber o tratamento necessário para sua recuperação completa.

A vaquinha, segundo a publicação, está aberta para quem puder colaborar, e as doações podem ser feitas por meio de uma chave pix. A mobilização busca não só auxiliar nos custos do tratamento, mas também transmitir apoio e solidariedade a Mingau e sua família neste momento desafiador. A história de superação do baixista, que está lutando para se recuperar, tem comovido fãs e amigos, e a vaquinha surge como uma oportunidade de demonstrar amor e suporte ao músico.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo