Estudantes de Medicina do CESMAC publicam pesquisa sobre o câncer colorretal em revistas especializadas dos EUA

As estudantes de Medicina, Letícia Perrelli e Camila Toledo, se destacaram ao desenvolver um trabalho de pesquisa sobre o câncer colorretal (CCR) no mundo. O trabalho, resultado de seu Trabalho de Conclusão de Curso-TCC, foi publicado em duas revistas especializadas em gastroenterologia dos Estados Unidos.

O CCR é uma das principais neoplasias diagnosticadas no mundo e representa a quarta causa de mortalidade. A incidência é maior em regiões desenvolvidas, como a União Europeia e os Estados Unidos. Diante desse panorama, as futuras médicas brasileiras acreditam que é necessário despertar o poder público para a gravidade desse problema de saúde pública.

Letícia Perrelli, que está se preparando para realizar as provas de especialização em cirurgia pediátrica pela Santa Casa de Maceió, destaca a importância de um programa nacional de rastreamento do CCR, que padronize a forma como essa doença é detectada. Segundo ela, o rastreamento só é eficaz quando há engajamento da população, principalmente na faixa etária indicada.

Camila Toledo, por sua vez, ressalta que diversos programas de rastreamento populacional já foram propostos, mas os dados encontrados mostram que o Brasil necessita de uma padronização para obter uma redução do impacto do CCR na população.

O trabalho das estudantes de Medicina também contou com o apoio de gastroenterologistas renomados do Brasil, como o Dr. Marcelo Averbach, médico do Hospital Sírio Libanês, e a Dra. Joanny Barbosa.

Esse estudo é de extrema importância para conscientizar a população sobre a necessidade de prevenir o câncer colorretal. A detecção precoce é fundamental para o sucesso do tratamento e a redução da mortalidade causada por essa doença.

O CESMAC, Centro de Ensino Superior de Maceió, onde Letícia e Camila estão concluindo o curso de Medicina, oferece vagas para o vestibular de Medicina. Os interessados podem se inscrever através do link: [https://acesso.cesmac.edu.br/maceio/graduacao/vestibular/medicina](https://acesso.cesmac.edu.br/maceio/graduacao/vestibular/medicina).

Com o trabalho de pesquisa realizado por essas jovens médicas, espera-se que o poder público e a população como um todo se conscientizem sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer colorretal e da implementação de programas de rastreamento efetivos.

Portanto, é fundamental que a população esteja engajada em cuidar da sua saúde e seguir as recomendações médicas para prevenir essa doença.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo